Pirre Bergé, cofundador e diretor durante 40 anos da marca  Yves Saint Laurent, militante da causa gay, faleceu na sua residência de Saint Remy de Provence, sudeste de França.

O também presidente do conselho de vigilância do jornal Le Monde, sofria de miopatia, uma doença muscular.

Pierre Bergé, que se casou em março com o paisagista americano Madison Cox, de 58 anos, e vice-presidente da Fundação Bergé-Saint Laurent, faleceu poucas semanas antes da inauguração de dois museus dedicados ao legado de Yves Saint Laurent (1936-2008): um em Paris e outro em Marraquexe.

O ex-ministro francês da Cultura Jack Lang prestou homenagem a um "fabuloso mecenas, filantropo, esteta insaciável, empresário genial, homem de cultura e de todas as paixões".

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.