A cirurgia estética parece ser a escolha
certa para um cada vez maior número
de portugueses.

Na realidade, segundo
a Sociedade Internacional de Cirurgia
Plástica e Estética, o nosso país integra a
lista daqueles onde, actualmente, se realizam
mais operações deste género.

Mas, antes de optar por modelar o seu
corpo, deverá
certificar-se de um conjunto
de questões como, por exemplo, saber se o
médico que escolheu para fazer a sua operação
estética é efectivamente um especialista
com capacidades para dominar as técnicas
mais ajustadas ao seu caso.

Por outro lado, o surgimento de linhas
de crédito específicas permitiram a democratização
do acesso às operações. Mas,
apesar das aparentes facilidades e da hipótese
de pagar em prestações, lembre-se
que fazer uma intervenção cirúrgica deste
género não é o mesmo que adquirir um
carro.

Aconselhe-se sempre com o seu
médico antes de tomar a iniciativa e saiba
que, se a sua operação foi motivada por
questões de saúde, pode vir a ser suportada
pelo Serviço Nacional de Saúde.

Blefaroplastia

Trata-se de uma intervenção
destinada levantar as pálpebras, corrigindo
a sua flacidez e ajudando a alisar a
pele em torno dos olhos. Durante o procedimento, o cirurgião plástico
faz uma excisão da pele em excesso e das
bolsas de gordura das pálpebras superiores
e/ou inferiores.

As incisões são efectuadas
nas naturais pregas das pálpebras, tornando-se assim virtualmente invisíveis após a
cicatrização estar completa. Existe também
a possibilidade de se recorrer ao botox.

Uma blefaroplastia superior ou inferior poderá
custar entre 1500 e 2500 euros. Se optar
por fazer as duas em simultâneo, então o
preço varia entre os 2000 e os 4000 euros.

Peeling

Numa tradução literal do inglês,
peeling quer dizer descamar. Trata-se,
afinal de contas, de garantir um rejuvenescimento
da pele do rosto, provocando-se
uma descamação intensa, eventualmente
com o recurso a químicos específicos.
O procedimento é realizado sob sedação e
pode eliminar rugas de expressão, flacidez
facial, marcas de envelhecimento, cicatrizes
superficiais de acne e manchas.

Lembre-se que a sua recuperação é lenta,
já que o rosto fica inchado por cerca de 15 a
20 dias e a pele ganha um tom avermelhado,
que pode perdurar por três meses.
Dependendo do tipo de peeling e do
número de sessões a realizar, os valores
médios a pagar podem começar na casa
dos 350 euros e chegar aos 900 euros.


Veja na página seguinte: Quanto lhe pode custar um lifting facial

Lifting facial

Se é daquelas pessoas que
se olha ao espelho e, do outro lado, vê um
rosto com a pele já cansada, então poderá
optar por um lifting facial ou rididectomia, (se
preferir o nome técnico).

Este tipo de intervenção
ajuda a corrigir as incómodas rugas
que, ao longo dos tempos, vão surgindo e a
natural flacidez do rosto e do pescoço.

No caso das rugas, o procedimento escolhido
pode passar por aplicar injecções de
silicone ao nível da derme profunda, penetrando-se assim nos tecidos. Esta situação
conduz a um levantamento da base da
ruga, o que evita que a pele mude de textura
e lhe dá um aspecto mais rígido.

Uma das escolhas mais em voga neste
caso chama-se botox, ou seja, um conjunto
de injecções faciais que afastam as
rugas e fazem o preenchimento dos sulcos,
dando-lhes um ar rejuvenescido. A
duração média destas intervenções varia
entre os 15 e os 30 minutos e a duração do
tratamento anda na casa dos quatro a seis
meses.

Os preços oscilam entre os 400 e
os 750 euros. No entanto, um lifting facial
mais completo ou com utilização de outros
produtos, pode chegar aos 3000 euros.

Lifting com fios

Esta intervenção assume-se
como outra hipótese para ajudar a esticar
a pele da cara, podendo o seu preço
começar nos 600 euros e chegar aos 3500
euros. Neste caso, não se verificam cortes
na pele optando-se, em vez disso, pela aplicação de fios de suspensão na área a
levantar.

Estes fios são inseridos sob a gordura,
pelo que não são visíveis e nem se
sentem através da apalpação. O procedimento
demora, em média, cerca de uma
hora e o rosto fica meio arroxeado, mas os
resultados surgem em poucos dias.

Intervenção nas maçãs do rosto

O silicone pode ser também injectado, embora
em muito reduzida quantidade, nas maçãs do
rosto para eliminação de rugas. Estas alterações
são bastante precisas, dado que uma
porção de silicone exagerada pode ter como
resultado a deformação do rosto.

Nesta área da face, o botox faz o preenchimento
de bochechas magras. Este tipo de
intervenção não demora mais de 15 e a 30
minutos e pode custar entre 500 e 800 euros.

Rinoplastia

Mais conhecida como a correcção
do perfil do nariz, esta é uma intervenção
delicada, uma vez que mexe com o
osso, a cartilagem e a pele. Retirar dois centímetros
a mais pode ter resultados desastrosos
a nível físico e estético, pelo que todo
o cuidado é pouco.

Entre mil e dois mil euros é quanto pode
custar ao leitor uma rinoplastia mais simples,
mas se desejar ter um nariz verdadeiramente
igual ao da Cleópatra, saiba que
poderá chegar a pagar 4000 euros.


Veja na página seguinte: Os métodos que lhe garantem lábios e seios mais belos

Enchimento dos lábios

Ter uns lábios carnudos
corresponde ao ideal de beleza actual,
pelo que é cada vez mais comum as
mulheres que tenham lábios muito finos ou
pouco delineados procurarem corrigi-los.

Para proceder ao enchimento dos lábios,
o gel de silicone é injectado na quantidade
precisa, o que requer um estudo prévio
bastante cuidado.

Neste caso, o médico
deverá tomar o máximo cuidado porque, se
a introdução de silicone for feita em excesso,
os lábios podem perder a sua forma
natural e acabar por ficar disformes. Uma
outra opções para os lábios são as injecções
de botox, que fazem o preenchimento
desta zona da face.

A substância causa
paralisação do músculo da região ao redor
dos lábios, obtendo-se o efeito pretendido
quase de imediato. O procedimento de enchimento dos lábios custa entre 300 e 600 euros.

Transplantes de cabelo

Embora o problema
da calvície preocupe mais o sexo
masculino (cerca de dois terços dos homens
perdem o cabelo), a verdade é que existem
já muitas mulheres a sofrerem também
deste problema.

Um transplante folicular
pode situar-se entre os 3000 e 7000 euros e
consiste na retirada de cabelos de áreas não
afectadas pela calvície e na sua implantação
em zonas calvas. Esta técnica é realizada
com sedação e anestesia local do doente.

Mamoplastia

Normalmente, a mulher que
quer aumentar o tamanho dos seus seios
tem, na sua base, questões estéticas. A faixa
etária mais comum para este tipo de intervenção,
que consiste na introdução de uma prótese
de silicone na zona do peito, é entre os
20 e os 40 anos, podendo ir até aos 50 anos.

Cerca de 5500 euros é quanto o paciente
poderá ter de pagar. Já a redução do peito
pode ser necessária em situações em que
mulheres com seios grandes e pesados,
tenham problemas de coluna.

Assim sendo,
a cirurgia vai permitir uma correcção de
posições, a satisfação pessoal e melhores
condições de vida. A redução mamária é,
normalmente, mais procurada por mulheres
com mais de 40 anos, mas que podem ir até
aos 60 ou 70 anos.

Lipoaspiração

A lipoaspiração é talvez das
intervenções estéticas mais conhecidas.
O objectivo é retirar a gordura em algumas
zonas do corpo como o abdómen, as coxas,
os braços, as costas ou mesmo os joelhos.
O preço médio andará na casa dos 2500
euros, consistindo na introdução de uma
cânula metálica no subcutâneo que, ligada a
um aparelho de fazer vácuo, aspira a quantidade
de gordura que se pretende retirar.

A lipoaspiração não deve ser encarada como
um tratamento para a obesidade, servindo
sim para retirar conjuntos de gordura localizada
em determinadas regiões do organismo.


Veja na página seguinte: Lipoescultura e mesoterapia

Lipoescultura

Assim como pode ser feita
uma lipoaspiração, também a gordura retirada
pode ser reinjetada em outras zonas
deprimidas do corpo.

Neste caso, trata-se
de uma lipoescultura, sendo que a gordura
reinjetada sofre um processo de absorção
pelo organismo. A factura deste tipo de procedimento
situa-se na casa dos 2500 euros.

Mesoterapia

Outra importante técnica da
cirurgia estética é a mesoterapia. Trata-se
de recorrer a um conjunto de micro-injecções
aplicadas na pele e em áreas específicas
do corpo e que queimam a gordura
localizada. Esta técnica é utilizada no tratamento
de cicatrizes, reafirmação e flacidez,
entre outras situações.

Em Portugal é frequente
recorrer à mesoterapia para o tratamento
de celulite, da gordura localizada e
também de estrias. Em média deverão ser efectuados mais ou
menos 25 tratamentos, sendo que o preço
por sessão oscila entre os 60 e os 85 euros.

Texto: Claudia Marina

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.