Celebridades como a cantora Madonna, a modelo Georgia May Jagger, a manequim Lindsey Wixon e a cantora e atriz Vanessa Paradis, que já foi o rosto de um dos perfumes da Chanel, não tiveram problemas em fazer dos espaços que têm entre os dentes da frente uma das suas imagens de marca, tal como o antigo sex-symbol das décadas de 1950 e 1960 Brigitte Bardot, atriz francesa, já tinha feito na sua época áurea. Apesar de ser uma tendência crescente presente em muitas campanhas publicitárias e editoriais de moda, a verdade é que, para muitos, este continua a ser encarado como um problema estético que os impede de sorrir e que lhes afeta a autoestima.

A origem dos espaços entre os dentes (diastemas) pode estar relacionada com condições genéticas que determinem excesso de espaço nas arcadas dentárias, pela presença dum freio labial baixo ou ainda ser provocada por hábitos linguais inadequados, pela extração de peças dentárias ou por uma patologia oclusal. A solução para o problema passa pela combinação de diversas técnicas. Dependendo da dimensão do diastema, este pode ser tratado com ortodontia ou mesmo com restaurações em resina composta ou cerâmica.

«Podemos realizar restaurações diretas em compósito ou recorrer às coroas e capas de cerâmica. Obviamente que o aparelho é o mais conservador e saudável», diz Miguel Stanley, médico dentista. As diferentes soluções garantem resultados espectaulares. O preço varia consoante as técnicas utilizadas e o tempo de tratamento, que varia em função das características físicas do problema. Se não consegue viver como Madonna, Lindsey Wixon ou Vanessa Paradis, saiba que o problema tem solução.

Texto: Cláudia Pinto com Miguel Stanley (médico dentista)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.