Quando as crianças desenvolvem diabetes, muitos pais não sabem como lidar com o problema. O melhor que tem a fazer é conhecer a doença e tirar todas as dúvidas para ajudar o seu filho. A diabetes é uma doença endócrina, que se caracteriza pela fraca ou inexistente produção de insulina por parte do pâncreas ou por resistência à mesma, uma situação que leva a um aumento de concentração de açúcar no sangue, a chamada hiperglicemia. Podem distinguir-se, essencialmente, dois tipos de diabetes infantil:

- Diabetes de tipo 1

É o tipo mais comum em crianças. É de aparecimento súbito e pode surgir desde as primeiras semanas de nascimento. É, no entanto, na faixa etária dos 5 aos 7 anos e durante a puberdade que tende a ser mais comum.

- Diabetes de tipo 2

Surge quando as células resistem à ação da insulina, mesmo que a sua produção seja normal. Resulta de um estilo de vida pouco saudável e também está associado a fatores hereditários. Antigamente, era uma doença típica do adulto mas, com a subida da taxa de obesidade infantil, este tipo de diabetes aumentou consideravelmente entre as crianças.

O que fazer para prevenir a diabetes infantil

As medidas de prevenção da diabetes podem, nalguns casos, ser adoptadas a partir do nascimento e estendidas ao longo da infância. "Infelizmente, e apesar dos estudos feitos na área, se a diabetes infantil for do tipo 1, ainda não é possível prevenir. Contudo, a diabetes de tipo 2 nos mais novos está associada ao estilo de vida. Pode e deve ser prevenida", alerta um artigo do projeto informativo multiplataforma Diabetes 365º. Estas são algumas das ações preventivas que os especialistas mais recomendam:

- Recorra ao aleitamento materno e evite a alimentação artificial, rica em açúcares desnecessários, na fase inicial da vida da criança.

- Garanta uma alimentação saudável ao seu filho, para evitar a obesidade infantil. Em vez de guloseimas, opte pela fruta. Não adicione açúcar às papas, ao leite e ao iogurte. Evite o excesso de sal e de carne vermelha e privilegie a ingestão regular de verduras, leguminosas e hortaliças.

- Incentive o seu filho a fazer desporto, a brincar e a correr e explique-lhe os malefícios do sedentarismo. Se necessário, reduza as horas que passa a jogar ou sentado em frente ao televisor.

As (outras) medidas a adotar pelos pais

Quanto mais cedo a diabetes for detetada, mais eficazmente se controlará a patologia e se evitarão complicações futuras. Para controlar a diabetes de tipo 1, são necessárias aplicações diárias de injeções de insulina. O número de injeções diárias varia de acordo com as necessidades da criança. A correta monitorização dos níveis de glicose no sangue é imprescindível. Nos tempos que correm, existem no mercado inovadores gadgets tecnológicos e avançadas aplicações móveis que auxiliam pais e filhos nessa tarefa.

Nos casos de diabetes de tipo 2 diagnosticados, não é, geralmente, preciso administrar nenhum medicamento à criança, mas é essencial fazer um controlo rígido da taxa de glicose, assim como ajustar a dieta quotidiana, retirando-lhe da alimentação açúcares de absorção rápida e incentivá-la a praticar exercício físico. Para obter mais esclarecimentos sobre este tema, entre em contacto com a Associação de Jovens Diabéticos de Portugal e consulte regularmente o site do projeto de literacia multiplataforma Diabetes 365º.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.