Nos primeiros tempos de vida, o desenvolvimento social e comportamental do bebé vai depender muito de como se interage com ele e da experiência sensorial.

«O toque tem tudo a ver com a pessoa que o bebé se vai tornar. Nenhum bebé se pode desenvolver harmoniosamente em termos de autonomia, de independência e de segurança, se não tiver raízes de estimulação sensorial», explica Maria João Alvito, formadora de instrutores de massagem infantil.

As teorias da vinculação nos últimos 20 anos contrariam a ideia de que deixar o bebé sozinho pode torná-lo mais forte e autónomo. Pelo contrário, hoje defende-se que os pais devem estabelecer laços afetivos com o bebé desde cedo.

Conselhos aos pais

O segredo é transformar cada momento numa oportunidade de proximidade com o bebé:

- Os mimos e as cócegas durante o banho, a higiene e a limpeza são um meio único para estimular e criar interações com o bebé.

- Carregar o bebé junto ao corpo ajuda a criar uma maior proximidade com o seu filho.

- A massagem pode ser um meio potenciador para o bebé, sobretudo nos casos dos bebés com necessidades especiais ou quando a vida dos pais os leva a ter menos tempo para estar com o bebé.

- São muito estimulantes as atividades para os bebés desenvolverem com a família fora do ambiente de casa: natação, música, dança teatro, entre outras.

Texto: Ana Margarida Marques

Siga este e outros temas sobre parentalidade no Facebook O Nosso Bebé.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.