Na noite desta quarta-feira, Rita Ferro Rodrigues desabafou com os seguidores sobre as saudades que sente da filha mais velha, Leonor, de 17 anos.

A adolescente iniciou o tempo de quarentena em casa do pai, Daniel Cruzeiro, "e por lá tem estado". E apesar de constatar que foi a decisão mais segura e responsável, a apresentadora não esconde a angústia que lhe trouxe.

"Não vejo a minha filha há 15 dias. Para outros pais isto não é nada - respeito e compreendo. Para mim, é como se me faltasse metade do corpo. A Leonor é a pessoa que mais me faz rir - e também a que me enerva e desafia mais, porque é independente, inteligente e provocadora. Não há fio de cabelo de ninguém que cheire melhor que o dela nem nenhuma gargalhada mais regeneradora", começou por escrever.

"Começou o isolamento em casa do pai - calhou - e por lá tem estado porque, apesar da saudade, aquilo que exigimos ao outros só faz sentido se cumprirmos com sacrifício e responsabilidade (e nó na garganta de saudade)", continuou.

Por fim, a apresentadora realçou a boa relação que mantém com o pai de Leonor: "Tudo isto para vos dizer que tenho a sorte maior de ter o pai da Leonor como grande amigo e de ambos fazermos tudo, nesta batalha, pelos nossos e pelos dos outros. Há muita saudade por aí, certo? Vai passar. Vamos vencer. Já vos disse que nenhum cabelo cheira tão bem como o da minha Leonor e que ela tem uma gargalhada que me resgata sempre dos lugares mais escuros?"

Vale referir que Rita Ferro Rodrigues é ainda mãe de Eduardo, de dez anos, fruto do atual casamento com Ruben Vieira.

Leia Também: "Quando abro a janela e vejo que está um dia de sol arrepio-me de medo"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.