Três semanas depois da notícia ter sido tornada pública, João Mota comentou, finalmente, em público o fim da relação com a atriz Mariana Monteiro, com quem namorou durante sete anos, assumindo que o novo negócio que abriu recentemente tem funcionado como um escape nesta fase. "Sempre que há uma grande mudança na nossa vida, tudo o que fazemos ajuda, de alguma forma, a readaptar-mo-nos", desabafa o ator algarvio.

"Mas o mais importante e o que eu quero deixar claro é que eu estou feliz. Estou bem. As coisas ficaram resolvidas. Não há qualquer tipo de problema entre mim e a Mariana. Estamos bem. Estamos felizes os dois", garantiu João Mota em declarações exclusivas ao Modern Life, à margem do evento de apresentação pública da nova coleção de calçado para o outono/inverno de 2019/2020 da marca portuguesa Seaside, em Lisboa.

Diogo Amaral, separado de Jessica Athayde, não exclui a possibilidade de uma reconciliação. "Continuamos comprometidos"
Diogo Amaral, separado de Jessica Athayde, não exclui a possibilidade de uma reconciliação. "Continuamos comprometidos"
Ver artigo

Apesar da paixão por sapatos, o ator de 28 anos assume que não tem a sapateira cheia. "É o acessório de que mais gosto mas não sinto necessidade de ter muitos", confidencia.

"Tenho alguns mais clássicos para ocasiões especiais mas, no dia a dia, o que mais gosto de usar são chinelos. Também gosto de andar descalço mas, para não me cortar ou magoar, ando muitas vezes de chinelos", revela João Mota que, nos últimos meses, resolveu investir no KaiZen Shiatsu, um negócio que tem por base duas das mais populares terapias alternativas da atualidade.

"Eu trabalho com reiki desde 2016. Entretanto, quis desenvolver mais esta área pela qual me interesso há já alguns anos e surgiu a oportunidade de tirar o curso de shiatsu, do qual gostei muito. A partir daí, desenvolvi o meu projeto, que alia estas duas coisas. Está a correr muito bem. Tem sido uma jornada muito bonita, muito minha, longe da representação. Estou a conhecer pessoas diferentes e está a ser bom", garante o ator.

Apesar da popularidade poder funcionar como chamariz, a fama também pode ser um pau de dois bicos. "Pode ser um entrave no sentido de poderem ter alguma vergonha mas as pessoas que me procuram pretendem mesmo conhecer melhor o shiatsu. Já tenho clientes fixos, pessoas que vão com regularidade. E é engraçado porque estamos a fazer um trabalho continuado e veem-se melhorias, não só a nível físico como emocional", salienta.

"Veem-se mudanças na vida das pessoas e esse é que é o meu grande objetivo", afirma o vencedor da segunda edição do reality show "Casa dos segredos". Apesar do sucesso do novo projeto profissional, João Mota não pondera deixar de ser ator. "A representação é uma paixão, é a minha profissão. Muito brevemente, deverão haver novidades mas, neste momento, ainda não posso adiantar nada. Não posso mesmo", esclarece.

Nas últimas semanas, vieram também a público notícias do encerramento do restaurante que os pais do ator mantinham em Albufeira, no Algarve, onde João Mota teria investido uma parte do dinheiro que ganhou com a participação no programa de televisão que lhe deu fama. "Só agora é que se soube, mas os meus pais deixaram o restaurante há um ano. Eles estão bem, felizes e com saúde e isso é que é o mais importante", conclui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.