Inês Castel-Branco foi uma das convidadas do programa '5 Para A Meia Noite' onde contou uma história que... ninguém acredita. Eis o relato.

"Quando estava grávida contratei uma pessoa para trabalhar e tomar conta do meu filho. Entrevistei muitas e a melhor de todas, com as melhores referências, eu contratei. Trabalhou em minha casa durante um ano e meio", começa por explicar.

"Um dia vou passar o fim de semana ao Alentejo e quando volto não encontro o meu computador, nem o do meu marido, nem a máquina fotográfica, nem a televisão, tinham roubado tudo o que era de valor, mas a casa não estava revolvida, estava tudo intacto", nota.

"Chamamos a polícia e eles perguntaram: quem é que tem chave? A estudante [que tinha acolhido em casa], a empregada e nós. Pus as mãos no fogo pelas duas, nem pensar, confio o meu filho a esta mulher. Esta mulher, que por acaso não era portuguesa, tem o melhor contrato de sempre, adora trabalhar aqui, jamais me roubaria e eles lá se convenceram que, provavelmente, era um grupo qualquer que assaltava casas sem chave", continua.

"Passaram-se seis meses, um dia estou no Facebook e encontro a página da minha empregada e encontro fotografias onde ela estava identificada com a minha roupa vestida. Curiosamente à quinta fotografia era uma criança lá no país dela rodeada das roupas do meu filho", revela, notando que logo de seguida confrontou-a e despediu-a.

"Passado um ano liga-me uma amiga de Londres: 'Olha, estou a fazer entrevistas aqui a uma empregada que te deram como referência. O que é que tens a dizer sobre esta?'. Era a mesma...", completa.

Veja aqui o momento.

Leia Também: "Disseram à minha frente num trabalho que tinha calhaus em vez de pernas"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.