Estes são cinco exemplos de zonas da casa que conseguimos destralhar em apenas dez minutos, mas que podem ter um grande impacto nas nossas rotinas do dia a dia.

1. Bancada da cozinha

A cozinha é um dos locais mais frequentados numa casa e isso significa que nas bancadas pode acumular-se muita tralha. No entanto, 10 minutos são mais que suficientes para retirar tudo o que lá não pertence. Desde deitar fora os papéis e folhetos desnecessários até arrumar os objetos no seu devido lugar, esta é uma tarefa que até é bastante simples e que pode ter um enorme impacto.

Podemos aproveitar também para avaliar quais as coisas que realmente fazem sentido permanecer em cima da bancada e quais podem ser arrumadas num armário ou gaveta. Além disso, se nos depararmos com algum pequeno eletrodoméstico ou utensílio que já não utilizamos, devemos considerar doá-lo ou vendê-lo. Quanto mais livre e desimpedida estiver a bancada da cozinha, mais simples será arrumá-la e limpá-la no dia a dia.

2. Gaveta de talheres e utensílios

Esta é uma das gavetas mais utilizadas na cozinha. E também é um daqueles locais que muito facilmente acumula coisas que não pertencem lá ou coisas que simplesmente não usamos. Mas em 10 minutos conseguimos resolver isso. Começamos por retirar tudo da gaveta e aproveitamos para dar uma limpeza (já que esta é uma gaveta que acumula muita sujidade). Depois, devemos avaliar todos os utensílios e perceber se há algum que não utilizamos, ou que esteja danificado e precise de ser descartado. Finalmente, arrumamos tudo no sítio, da forma que nos fizer mais sentido. Uma gaveta de utensílios bem organizada não só fica esteticamente mais apelativa como também nos ajuda a poupar tempo na cozinha.

3. Mesa de cabeceira

As mesas de cabeceira são um local que atrai todo o tipo de objetos aleatórios. Devemos começar por remover tudo o que está em cima da mesa de cabeceira e dentro das gavetas. Esta também é uma boa oportunidade para limpar bem o pó de todas as suas superfícies. A seguir vamos então remover tudo o que não pertence ali, como livros já lidos, canetas, papel, pacotes de lenços vazios…

A nível de organização, pode ser útil investir em divisórias de gavetas ou outros organizadores para manter pequenos itens bem organizados. Da mesma forma, também pode ser boa ideia utilizar a pequenas bandejas para colocar pequenas coisas como brincos e anéis, que assim têm sempre um sítio onde ficar.

Joana Tavares é fundadora do Joana At Home, um projeto dedicado à limpeza e organização da casa. Nas redes sociais, partilha diariamente as suas rotinas de organização e limpeza e a sua visão descomplicada da vida doméstica. O compromisso com a sustentabilidade também transparece no seu trabalho, inspirando quem a acompanha a adotar práticas mais amigas do ambiente.

4. Frigorífico

Já nos aconteceu a todos deixar alimentos esquecidos no fundo do frigorífico. Mas manter o frigorífico arrumado é uma tarefa muito importante não só por uma questão de organização, mas também para evitar o desperdício alimentar.

Dependendo do estado do frigorífico, esta tarefa pode demorar um pouco mais de 10 minutos, mas os passos são simples. O primeiro passo é retirar tudo para fora, utilizando o espaço de bancada da cozinha para colocar todos os produtos. Depois, eliminar tudo o que for necessário. Ninguém gosta de deitar comida fora, mas por uma questão de segurança alimentar temos de nos livrar dos alimentos que já não estão próprios para consumo.  Esta é também uma excelente oportunidade para limpar todas as superfícies do frigorífico. Para tal, podemos utilizar um spray à base de vinagre, que além de limpar todos os resíduos também ajuda a remover odores desagradáveis. Por fim, chega a altura de organizar tudo no devido lugar. E este guia para organizar o frigorífico é perfeito para ajudar nesta tarefa.

5. Hall de entrada

Não importa se a entrada da nossa casa é pequena ou grande, ou se tem muita ou pouca arrumação: a melhor forma de tornar a entrada num espaço mais arrumado e funcional é destralhá‑la regularmente.

Se existirem móveis com gavetas ou prateleiras, devemos percorrer cada espaço, removendo o conteúdo para fora e avaliando o que é para manter e o que é para deitar fora. Estes espaços de arrumação na entrada de casa muitas vezes tornam-se num depósito de tralha, por isso, é normal se nos apercebermos que há muitas coisas para descartar.

Devemos analisar também toda a superfície do móvel, verificando se temos lá coisas espalhadas e que não deveriam lá estar, como correio ou folhetos publicitários. Além disso, se existir um chaveiro ou bandeja com chaves, devemos certificar-nos que não existe lá mais nada além do suposto: chaves!

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.