Segundo dados pubicados pela UNAIDS, o vírus HIV é a principal causa de mortes e doenças de mulheres em idade reprodutiva (entre 15 e 49 anos) no mundo.

Para combater este flagelo, foi lançado um plano de acção de cinco anos anunciado numa conferência de dez dias sobre a situação das mulheres, em Nova Ioque.

"Ao tirar a dignidade das mulheres, estamos a perder a oportunidade de aproveitar metade do potencial da humanidade para atingirmos as Metas do Milénio. Mulheres e meninas não são vítimas, elas são a força motriz da transformação social", referiu o presidente da UNAIDS.

Estatisticamente falando 70% das mulheres em todo o mundo sofrem maus tratos e das 33,4 milhões de pessoas infectadas pelo HIV, 15,7 milhões, quase metade, são mulheres.

Entre as medidas a serem tomadas, destaque-se a divulgação de informação de como a epidemia é transmitida e a garantia de que a questão da violência contra a mulher deve ser incluída nos programas de prevenção do HIV.

O lançamento da campanha contou também com a presença da cantora e activista Annie Lennox.

4 de Março de 2010

Veja ainda:

Auto-estima

Armani escolhe Ronaldo para anúncio de lingerie

Tony Blair na Louis Vuitton

Tendência boyfriend está a pegar

Diz-me quem és, dir-te-ei o teu penteado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.