O primeiro estudo nacional epidemiológico sobre a prevalência da infecção no País revela que uma em cada cinco mulheres dos 18 aos 64 anos em Portugal tem infecção por papilomavírus humano (HPV), responsável pelo cancro do colo do útero, noticia o "Diário de Notícias".

A prevalência global da infecção foi de 19,4%, sendo que 14,8% das mulheres apresentou infecções por HPV de alto risco, adianta a investigação do Grupo de Estudo Cleopatre, que desenvolveu o trabalho em parceria com o Instituto Nacional de Saúde (INSA).

O estudo observou que as mulheres entre os 20 e os 24 anos são as mais afectadas pelas infecções por HPV, sendo que a prevalência da infecção nesta faixa etária é de 28,8%. No entanto, o vírus mostrou infectar mulheres de todas as idades, mesmo as de grupos etários mais elevados, nomeadamente entre os 40 e os 49 anos, com uma prevalência de cerca de 10%.

"A infecção pelo vírus é máxima nas mulheres entre os 20 e os 25 anos, depois decai, para voltar a subir nas mulheres mais velhas", disse à Lusa o coordenador do estudo e presidente da SPG Carlos Oliveira.

Perante estes dados, sublinhou que é preciso transmitir a mensagem de que, além das jovens, também as mulheres até aos 45 anos devem ser vacinadas.
O estudo indica ainda que 36,6% das mulheres infectadas apresentava infecções múltiplas: mais do que um tipo de HPV.

18 de Janeiro de 2010

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.