Encerrada mais uma edição da Semana da Moda de Nova Iorque, o balanço é de que cada vez são mais procurados os modelos étnicos, embora havendo uma prevalência da cor branca.

Assim, nesta temporada, 143 estilistas apresentaram 4708 modelos em oito dias intensos de tendências para o verão 2013. Do total de 3736 looks, 79.4%, foram dados a modelos brancas, seguido das asiáticas que ficaram com 476 ou seja 10.1% de todos os looks.

Desfilaram na passerelle 383 modelos negras ou seja 8.1%, 88 latinas e as restantes raças totalizaram 0.5% dos looks.

Apesar de uma evidente maioria, a verdade é que o histórico revela que há uma cada vez maior tendência para a diversidade racial em cima das passerelles. Em 2008, 85% das modelos eram brancas.

Importante referir também que os estilistas apostam mais nas etnias nas coleções de verão associando o seu tom de pele às cores mais fortes e vivas; nas edições de inverno, a tendência é para a imaculada pele branca .

Ainda assim, oito marcas — Araks, Brood, Calvin Klein, Elizabeth & James, Louise Goldin, MM6 Maison Martin Margiela, See by Chloé e The Row — não tiveram nenhum modelo de outra etnia.

19 de setembro de 2012

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.