Deitamos demasiada comida para o lixo. Quantas vezes é que já se deparou com o seguinte cenário: chega a casa cheia de fome, abre a porta do frigorífico à procura de algo para comer, mas dá de caras com um saco com uma alface podre, umas maçãs já com bicho e o leite azedo? Ninguém gosta de desperdiçar alimentos, mas é uma situação que acontece frequentemente. No entanto, deitar comida fora é deitar dinheiro para o lixo.

Procure evitar esta situação, até porque com o aumento do imposto sobre o consumo que aconteceu este ano, a alimentação está cada vez mais cara. Saber comprar e gerir os alimentos permite reduzir o desperdício e dá origem à poupança. Conheça as dicas do livro “Gastar menos viver melhor”, da Deco, para reduzir os desperdícios neste campo da sua vida.

1. Arrume bem a comida

Para evitar que a comida se estrague mais rapidamente, existe uma forma adequada de arrumar os alimentos no frigorífico. Este deve estar organizado da seguinte maneira: os alimentos que se deterioram mais facilmente (peixe, marisco, carne crua ou bolos com creme) devem estar na parte mais fria. Regra geral, nos modelos de uma porta é na parte de cima; nos combinados de duas portas, é na parte de baixo.

Os alimentos já cozinhados deverão ficar na zona menos fria. Aqui também podem ficar os queijos, compotas e molhos. Na porta deverá guardar ovos, produtos para barrar (manteiga) e bebidas.

2. Acondicione bem os alimentos

Seja cuidadosa nesta tarefa, pois poderá fazer diferença no tempo que demora a comida a estragar-se. Tente guardar tudo em caixas de plástico bem condicionadas ou em sacos próprios para acondicionar comida.

Outra dica é ter atenção às caraterísticas dos produtos. Por exemplo não deve deixar o cesto de fruta ao sol ou os chocolates perto do forno. Outro exemplo é o cuidado com a contaminação de alimentos. A banana, a maçã, o melão e o pêssego aceleram o amadurecimento de outros produtos, devido à libertação de etileno, por isso deverá separá-los dos demais, se não quer que haja contágio.

3. Comprar à medida

Previna o desperdício ao evitar excedentes de produtos perecíveis: se comprar apenas a quantidade suficiente, não terá de deitar fora alimentos. Para que não lhe falte nada em casa, mas também não tenha de ir demasiadas vezes ao supermercado, tente avaliar quais são os alimentos e as quantidades que realmente precisa.

Ao longo de algumas semanas, compare as quantidades que compra com as que utiliza. Terminado esse período, saberá aproximadamente a quantidade de comida que a sua família consome e, desta forma, estará em condições de adaptar a sua política de compras às reais necessidades do agregado.

Veja na página seguinte: Confirme a data de validade

4. Confirme a data de validade

Escolher o que vai comprar num supermercado pode ser uma aventura, dada a variedade da oferta e o marketing agressivo dos lineares. Mas, como em todas as atividades, as compras exigem atenção redobrada. É preciso sempre estar atenta aos rótulos, para saber a procedência, composição e mais importante, a data de validade. Assim é possível evitar a compra de produtos que certamente não serão consumidos antes do vencimento e terão como destino o lixo.

Depois de ter comprado a comida, é conveniente ir vendo a data de validade da alimentação que está no frigorífico e tente organizar as refeições de forma conseguir consumir tudo antes que expire. Seja criativa.

5. Cuidado com as promoções

A publicidade tem o condão de criar necessidade nas pessoas que as próprias não sabiam que tinham. Em tempos de crise, muitos comerciantes fazem promoções para aliciar os clientes a comprarem os seus produtos. Se está perante uma boa promoção, certifique-se que ao comprar o produto vai realmente dar-lhe uso, nomeadamente se for comida.

Certifique-se ainda se a embalagem está em condições e, mais uma vez, a data de validade. Caso opte por adquirir um produto cuja data de validade está prestes a expirar, compre apenas aquilo que dará tempo de consumir, evite deixar-se levar pelo impulso do preço baixo, pode acabar por desperdiçar alimento.

A responsabilidade editorial desta informação é da

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.