Qual o projeto que quer concretizar?

Antes de iniciar, se queremos encontrar liquidez para concretizar um projeto, teremos de procurar identificar com rigor as características do projeto. Este passo é fundamental e mais não é do que definir um objetivo. Definida a meta, todo o percurso se torna mais claro e mais fácil de percorrer. Assim, procure identificar:

  1. Qual o montante de que precisa?
  2. Precisa desse montante todo de uma vez?
  3. Qual o prazo para concretização do projeto?

Estas e outras perguntas vão ajudar a balizar os esforços que tem de fazer. Como verá de seguida, ligeiras alterações de comportamentos e uma estratégia infalível vão-lhe permitir libertar espaço no seu orçamento familiar. No entanto, conhecer o motivo dos seus esforços é uma importante força motivadora que coloca o objetivo em perspetiva, tornando tudo mais fácil.

Leia também: Fico com o nome manchado se fizer um crédito consolidado?

Conheça a sua realidade financeira

Depois de identificado o objetivo deverá conhecer a sua realidade financeira com rigor. Na prática, se precisa de libertar liquidez no seu orçamento, terá de conhecer o seu orçamento familiar, certo? Assim, sugerimos que identifique:

  1. Rendimento mensal líquido;
  2. Despesas fixas;
  3. Despesas variáveis.

A identificação do rendimento acaba por ser uma tarefa bastante simples, sendo a identificação das despesas um exercício mais moroso mas muito enriquecedor, na medida em que nos prepara para a otimização do orçamento familiar. Saber ao certo quanto gasta e onde gasta vai induzir uma reflexão sobre a lógica e razoabilidade de determinados gastos. Com grande probabilidade irá encontrar despesas que desconhecia e outras que perceberá que não fazem muito sentido. Certamente também encontrará despesas que deverão ser aumentadas, procurando espaço para as realizar sem colocar em causa a sua segurança financeira. Como verá, o orçamento familiar liberta-nos para escolher racionalmente as despesas que queremos fazer.

Leia também: O que é um crédito consolidado?

Conheça os seus créditos e suas características

O terceiro passo consiste em identificar os seus créditos e suas características. Para o fazer, poderá recorrer ao mapa de créditos do Banco de Portugal mas também aos serviços de Homebanking dos bancos e instituições financeiras onde tem crédito. Neste passo, deverá identificar:

  • Banco ou Instituição Financeira;
  • Finalidade do crédito;
  • Montante em dívida;
  • Taxa de juro;
  • Prazo do empréstimo.

Na posse desta informação estará em condições de perceber se existe espaço de consolidação de créditos. Falamos não só da soma das diversas prestações mensais e respetivas comissões e seguros associados mas, também, da dificuldade de gestão de diferentes prestações com diferentes datas de pagamento. A consolidação de créditos pode ser a ferramenta que o ajudará a libertar espaço no orçamento familiar para concretizar os seus projetos, na medida em que permite juntar os vários créditos e reduzir a prestação total. Conheça em maior detalhe as características e potencialidades do crédito consolidado e analise o seu caso concreto. Com grande probabilidade irá conseguir reduzir as suas prestações de tal forma que o seu projeto poderá tornar-se realidade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.