Rinite significa literalmente inflamação da mucosa nasal e manifesta-se por obstrução nasal, rinorreia e espirros.

As rinites constituem um conjunto de patologias que têm etiologia diversa, destacando-se a rinite alérgica e não alérgica.

A etiopatogenia da rinite alérgica é diferente da constipação, apesar de, por vezes, se confundirem os sintomas. Trata-se de uma reacção de hipersensibilidade mediada por anticorpos IgE a um alergénio.

Existem dois tipos de rinite alérgica: sazonal ou perene (causada por agentes presentes o ano inteiro).

Os sintomas apresentam algumas diferenças em relação aos da constipação. A rinorreia é geralmente aquosa, os espirros ocorrem em crises paroxísticas agrupadas (em salva), prurido no nariz e no palato.

O envolvimento ocular é também bastante frequente, com sintomas de prurido, lacrimejo, fotofobia, vermelhidão.

Das rinites não alérgicas destacam-se a rinite vaso-motora, a gravídica e a medicamentosa.

As alergias podem revelar-se de várias formas - febre dos fenos, rinite alérgica, asma e outras alergias respiratórias ou alergias cutâneas e alergias alimentares ou medicamentosas entre outras. Em muitos casos não estão relacionadas com as épocas do ano.

A rinite alérgica tem como agentes mais comuns os ácaros e os pólens e caracteriza-se pela presença de espirros, rinorreia, obstrução nasal, prurido conjuntival, nasal e faríngeo e lacrimejo.

A rinite alérgica atinge cerca de 30 por cento da comunidade e é mais frequente nas mulheres.

É também o distúrbio alérgico mais comum entre as crianças, afectando-lhes seriamente a qualidade de vida.

Enfraquecimentos funcionais, problemas comportamentais e diminuição da capacidade de aprendizagem, logo do rendimento escolar, são algumas das principais consequências. Sem mencionar os problemas que se alargam a todo o meio familiar.

Como referido, a rinite alérgica é normalmente provocada pelos pólenes e pelos ácaros. Assim, a doença tanto pode estar associada à sazonalidade como não.

Se o pólen for o principal agente, então é provável que a chegada da Primavera potencie a sua ocorrência.

Já os ácaros estão presentes durante todo o ano. A humidade e as altas temperaturas são as condições ideais para o seu desenvolvimento.

Desta forma, para combater os ácaros e diminuir os riscos de rinite alérgica deve manter-se um combate permanente e meticuloso contra o pó.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.