Fazer uma escolha alimentar de forma saudável nem sempre é uma tarefa fácil nos dias que correm em que a oferta de produtos nas grandes superfícies é grande. Assim, saber ler e interpretar corretamente o rótulo é essencial para uma escolha mais informada e consciente.

Existem alguns pontos importantes que não devem ser esquecidos na leitura de um rótulo:

Lista de ingredientes

Esta deve ser a primeira coisa a ler no rótulo, pois é aqui que vêm descritos todos os ingredientes do produto.
A lista apresenta-se por ordem decrescente, sendo os primeiros ingredientes da lista aqueles que existem em maior quantidade no alimento, sendo assim deve sempre evitar alimentos cujos primeiros ingredientes sejam açúcar, mel, melaço, maltose, glucose, frutose, dextrose ou outras formas de açúcar, óleos e gorduras.
Deve ainda optar sempre por listas o mais curtas possíveis e com ingredientes que reconheça.

Condições de conservação

Condições às quais o alimento deverá ser mantido para garantir um estado adequado de conservação, para não perder as caraterísticas iniciais até terminar o prazo de validade.

Alimentos alergénios

É obrigatória a presença da lista de substâncias com potencial alergénio, como a soja, glúten, leite, ovos, frutos secos, entre outros.
Se tem alguma alergia não se esqueça de verificar este item de forma a evitar possíveis reações alérgicas.

Porção de alimento

Os rótulos por norma apresentam a informação nutricional por 100g e por porção, no entanto esta porção apresentada no rótulo muitas é inferior à que é efetivamente ingerida, pelo que deve ter isto em conta e fazer a respetiva equivalência.

Produtos Light

O termo light significa que o alimento teve uma redução mínima 30% do teor de algum nutriente, seja em valor calórico, açúcar ou gordura comparativamente ao produto original.

Produtos Magros

São alimentos que têm uma redução no teor de gordura.

Produtos 0%

São alimentos que têm até 0,5g de açúcar ou gordura por cada 100g.

Informação Nutricional

- Valor energético: Opte por alimentos com menor densidade energética. O ideal seria optar por produtos com menos de 100kcal/100g de produto (baixo valor energético), se o produto tiver mais de 100kcal por 100g de produto deverá ser consumido em doses mais reduzidas.

- Hidratos de carbono: Sempre que possível opte por alimentos que apesar de ricos em hidratos de carbono complexos tenham menor teor de açúcar (<5g/100g de produto) que normalmente vem indicado como “dos quais açucares…” .

- Gorduras: Opte por alimentos com menos de 3g de gordura por 100g de produto.

- Gorduras saturadas: Evite alimentos com > 1,5g de gorduras saturadas por 100g de produto.

- Sal: Escolha alimentos com <0,12g de sal por 100g de produto.

- Fibra: Escolha opções de alimentos fonte de fibra (3g de fibra/100g de produto) ou de alto teor de fibra (6g de fibra/100g de produto).

Joana Margalho

Nutricionista (CP 1973 N) Holmes Place Algés

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.