Em comunicado, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil refere que vão prolongar-se as condições meteorológicas adversas, nomeadamente tempo frio, vento forte no litoral e terras altas, formação de gelo ou geada, precipitação e queda de neve.

Face a estas previsões, as autoridades aconselham a adoção de comportamentos de autoproteção, nomeadamente o uso de roupa quente e evitar a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura.

A proteção civil alerta, igualmente, para a necessidade de uma “especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, nomeadamente as crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo.

A nível da proteção coletiva, as autoridades chamam a atenção para os perigos dos aquecimentos com combustão (braseiras e lareiras), uma vez que podem causar “intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono e levar à morte”.

“Que se assegure uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras”, aconselham.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.