Um dos problemas do intervalo de tempo que a Terra demora para completar uma volta em torno do sol é que compreende muitos dias. Como vivemos tempos de aperto, não lidamos bem com a abundância de termos à disposição tantos dias sem lhes atribuirmos uma função. Somos chefes do tempo numa actualidade que (quase!) nos obriga a catalogar tudo.

Ontem, dia 14 de Março, celebrou-se o Dia Mundial do Pi. Para quem se questiona se o Pi merece ter um Dia Mundial, a resposta parece-me óbvia. O Pi é só o número mais famoso da história e tem origem na relação entre o perímetro de uma circunferência e o seu diâmetro. Se isto não dá um jeitaço quando vamos comprar laranjas, sinceramente não sei o que é que dará. Diria até que facilita a compra de toda a fruta, ciente do risco que têm as generalizações. O Pi permitiu-me deixar de cravar a unha numa maçã para saber se é farinhenta ou esganar um pêssego até à exaustão para saber se está maduro, pousando-o na banca e trazendo outros já esganados por terceiros. Na maioria dos cálculos simples, o valor de Pi é aproximado a 3,14. Já a NASA, para calcular rotas de navegações interplanetárias ou os delírios do Chef Kiko, utiliza-o com 15 casas decimais.

Soube há pouco que vivi todos estes anos enganado. Sempre pensei que o nome original deste dia fosse Dia Mundial do Foda-se e que o Estado Novo o tivesse censurado, ficando Dia Mundial do Piiii. Achei que alguém se tivesse chateado com o regime político autoritário e tivesse proferido três ou quatro vezes o vernáculo. Quando a PIDE questionou esse alguém sobre quantas vezes o teria proferido, disse julgar serem três vezes, pelo que a polícia política arredondou para 3,14 "foda-ses".

Como os criadores de Dias Mundiais não gostam de deixar nada ao acaso, colocaram este dia a 14 do mês 3, numa alusão invertida ao valor de Pi: 3,14. O que faz disto uma brincadeira engraçadíssima com números. Decidi, também eu, fazer o mesmo e percebi que se duplicarmos o dia 14 e o mês 3 do Dia Mundial do Pi, obtemos o dia 28 e o mês 6 de um novo Dia Mundial: o Dia Mundial do Pipi. Curiosamente coincide já com o Dia Internacional do Piercing Corporal o que não é, de todo, descabido.

O problema do exagero de comemorações é meu porque, com tantos dias de tudo e mais alguma coisa, nunca sei se hoje é o Dia Mundial da Nutella ou o Dia Internacional da Batata a Murro e, sem querer, posso estar a ser incorrecto com alguém. Lamento que não se perceba que quando fazemos questão de comemorar todos os dias qualquer coisa, deixa de ser importante, banaliza-se o conceito e a intenção acaba com o significado. Começa a ser diferenciador não comemorar Dia Mundial nenhum porque, isso sim, é inédito.

O valor de Pi pertence aos números irracionais, tal como aqueles que criam estas datas comemorativas de tudo. E que tal criar o Dia Mundial dos Dias Mundiais e acabar com esta brincadeira de uma vez?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.