As doenças cardiovasculares continuam a liderar a mortalidade e morbilidade no mundo ocidental. E se no passado o enfarte do miocárdio e a cardiopatia isquémica (uma das formas mais prevalentes de doença cardiovascular) eram observados essencialmente nas idades mais seniores, nas últimas décadas, com o aumento crescente de comportamentos de risco nas camadas mais jovens, o enfarte do miocárdio, a doença vascular aterosclerótica e a cardiopatia isquémica cuja primeira manifestação é, muitas vezes, a morte súbita, surge cada vez mais cedo. É importante destacar que cerca de 50% das pessoas que sofrem um enfarte do miocárdio não chegam ao hospital e têm morte súbita.

Esta perceção de que os eventos coronários estão a acontecer cada vez mais precocemente é suportada por um estudo realizado recentemente na Universidade de Coimbra liderado pela Professora Mafalda Carrington, atualmente em fase de publicação, que nos mostra que num período recente (entre 2012 – 2016) as autópsias realizadas em 158 jovens (1 aos 40 anos) que faleceram de morte súbita a prevalência de aterosclerose era muito elevada e de facto um terço (cerca de 33%) destas vítimas o evento que levou à morte súbita teve origem cardíaca existindo já significativa evidência de aterosclerose na autópsia.

Mais grave, num subgrupo com idades bastante jovem, entre os 19 e os 34 anos, cerca de 23% faleceram devido a eventos relacionados com aterosclerose coronária (enfarte).

É por isso essencial, desenvolver e intensificar medidas de prevenção nas camadas mais jovens de forma a evitar e/ou retardar o aparecimento de doença vascular aterosclerótica.

Pelo menos 2/3 das doenças degenerativas crónicas podem ser evitadas adotando um estilo de vida saudável. Evite comportamentos de risco. E quando falamos em comportamentos de risco falamos numa má alimentação que leva à obesidade e à diabetes, o sedentarismo, o tabagismo, sono suficiente e de qualidade, etc.   

A Sociedade Portuguesa de Cardiologia comemora este ano o dia mundial do coração em Coimbra e com uma mensagem muito especial para os mais jovens (neste caso a população universitária): O coração está nas tuas mãos – Começa já a cuidar dele!

Um artigo da médica Fátima Franco, cardiologista no CHUC e membro da direção da Sociedade Portuguesa Cardiologia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.