De acordo com os dados mais recentes, o consumo estimado de leguminosas em Portugal está abaixo do recomendado, alerta a Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN).

Além disso, dados da Balança Alimentar Portuguesa de 2008-2012 revelam que a disponibilidade deste alimento corresponde apenas a 0,6%, quando a Roda dos Alimentos indica que deve fornecer ao dia alimentar cerca de 4%. Preocupada com a baixa presença deste alimento na alimentação dos portugueses, e no ano declarado pelas Nações Unidas como o Ano Internacional das Leguminosas, a APN lança a campanha "Uma porção de Leguminosas por dia".

Leia também12 alimentos que todos os nutricionistas comem

Saiba aindaAs leguminosas que são o novo superalimento. Porquê?

Com o objetivo assumido de fomentar o consumo de leguminosas entre os portugueses, a APN conta com o apoio de um grupo de chefes nacionais de renome que, mensalmente, vão apresentar receitas simples, tendo como ingrediente principal as leguminosas.

Chefes de cozinha como Kiko, José Avillez, Hélio Loureiro, Miguel Laffan, Filipa Gomes e Jorge Sousa vão disponibilizar a cada mês no site da associação uma nova sugestão para enriquecer os menus dos portugueses.

Também no site da APN está disponível um e-book sobre leguminosas com toda a informação sobre este grupo alimentar, com o título "Leguminosa a leguminosa, encha o seu prato de saúde".

Segundo Célia Craveiro, presidente da direção da Associação Portuguesa dos Nutricionistas: "As leguminosas estavam muito presentes no regime alimentar dos portugueses no passado. Hoje em dia estão a perder lugar. Este ano, declarado pelas Nações Unidas como o Ano Internacional das Leguminosas, é um momento fundamental para sensibilizar as pessoas para os benefícios nutricionais deste alimento, a que se somam outros, de cariz social, ambiental e económico".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.