"No seguimento de uma denúncia que estaria a decorrer uma festa ilegal numa residência particular, os militares da Guarda deslocaram-se ao local onde constataram a presença de cerca de 20 pessoas, que alegadamente seriam elementos da família do proprietário e alguns amigos", lê-se na nota.

"Após nova denúncia, a GNR voltou ao local e verificou que decorria uma festa com mais de 100 pessoas em pleno desrespeito pelas normas vigentes de contenção da pandemia de COVID-19", refere o comunicado.

"Foi cessado de imediato, o proprietário foi identificado e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Esposende", acrescenta a nota.

"A GNR recorda que o cumprimento das medidas impostas pela situação de calamidade, no âmbito do combate à pandemia COVID-19, é fundamental para conter a propagação do vírus", conclui a nota.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.