"Se não fosse a câmara a pagar os transportes para o Instituto Portugueses de Oncologia, havia pessoas que não tinham condições económicas para se deslocar para fazer os tratamentos necessários", disse à agência Lusa a presidente da câmara, Maria do Céu Quintas.

Segundo a autarca, há pessoas "muito debilitadas" que não se podem deslocar sozinhas, em transporte público, aos tratamentos, devido às distâncias a percorrer.

"Os utentes são selecionados através do gabinete de Ação Social. A procura tem sido muita. Já estão a transportados cinco doentes e procura está em crescendo ", indicou.

Cada viagem ao Instituto Português de Oncologia, no Porto, custa cerca de 170 Euros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.