28 de fevereiro de 2013 
Um estudo avança que a vacina Pandemrix, usada contra a gripe A (H1N1) principalmente entre 2009 e 2010, está relacionada com o aumento de casos de narcolepsia, um distúrbio que provoca sonolência excessiva. Os casos relatados no estudo foram todos reportados em crianças e adolescentes do Reino Unido, mas há registo de outros 4 casos em Portugal.
A investigação, publicada esta quarta-feira no British Medical Journal, sustentam os resultados de outros estudos publicados na Finlândia, Suécia e França.
A investigação, realizada com 245 crianças de 4 aos 18 anos, em centros neurológicos britânicos, permitiu associar a vacina a uma incidência 14 vezes superior da narcolepsia em relação às pessoas que nunca tomaram a vacina. 
A narcolepsia é um distúrbio do sono caracterizada pela sonolência excessiva durante o dia, com acessos de sono incontroláveis, podendo ser acompanhados por perda súbita do tônus muscular (cataplexia).
Em Portugal foram registados quatro casos em jovens e na Suécia contabilizaram-se mais de 200. Ao todo, na Europa, há mais de 800 casos em análise.
A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) está a par da situação, escreve o Correio da Manhã.
SAPO Saúde

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.