Segundo a autarquia, a vítima mortal é uma mulher de 93 anos que dado o seu estado “já bastante fragilizado” não resistiu à infeção do novo coronavírus.

“O município de Estarreja endereça aos familiares sentidas condolências pela perda do seu ente querido”, refere a Câmara na informação diária sobre a situação epidemiológica no município divulgada no seu ‘site’.

Na passada terça-feira, foram realizados testes a 35 utentes e auxiliares do lar desta Instituição Particular de Solidariedade Social situada em Pardilhó que permitiram diagnosticar 26 casos de covid-19.

De acordo com informação da autoridade de saúde local, dos 23 utentes que se encontram na instituição, 20 acusaram positivo e os restantes seis casos dizem respeito a auxiliares.

Os testes foram pedidos com caráter de urgência pelo presidente da Câmara depois do falecimento no dia 30 de março de uma utente da instituição que estava infetada com o novo coronavírus.

O concelho de Estarreja ocupa o terceiro lugar entre os 11 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) com mais infetados.

De acordo com dados do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga, Estarreja tem 67 casos de covid-19 (7,8%) e três óbitos.

No topo da lista surge Ovar com 413 infetados (48,3%) e 15 óbitos, seguido de Aveiro com 191 infetados (22,3%) e 12 óbitos.

Nos 11 concelhos da CIRA existem 855 casos de covid-19, 77 dos quais dizem respeito a profissionais de saúde, e 38 óbitos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 68 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito no domingo pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 295 mortes, mais 29 do que na véspera (+11%), e 11.278 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 754 em relação a sábado (+7,2%).

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 de março o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.