"Das amostras que seguiram para o Gabão, mais concretamente para o laboratório de Franceville, com o apoio da Organização Mundial de Saúde, quatro testes estão considerados positivos", disse o chefe do Governo são-tomense, Jorge Bom Jesus, numa declaração à imprensa.

O primeiro-ministro anunciou que convocou para esta tarde um Conselho de Ministros extraordinário para "analisar esta nova realidade" e para que sejam adotadas "medidas mais restritivas".

"O caso é grave" e "o Governo vai continuar a assumir as suas responsabilidades", assegurou Bom Jesus.

São Tomé e Príncipe era, até agora, o único país lusófono e um dos quatro Estados africanos sem casos de covid-19.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.