“São 21 pessoas que já estão envolvidas nesta primeira fase, 21 pessoas dos nossos projetos BIP-ZIP, as nossas costureiras solidárias e as associações, e seis pessoas do ateliê da Faculdade de Arquitetura que estão no corte”, disse à Lusa a vereadora responsável pelos pelouros do Desenvolvimento Social e da Habitação da Câmara de Lisboa, Paula Marques.

Neste momento, segundo a autarca, estão a ser produzidas 1.050 máscaras que depois serão higienizadas e entregues à Faculdade de Arquitetura.

Posteriormente, através do projeto PORTUGAL COnVIDa TODOS, as máscaras serão enviadas para hospitais da zona de Lisboa e Vale do Tejo.

De acordo com Paula Marques, a iniciativa partiu do arquiteto Marco Moreira, que, depois de constatar a dificuldade que existia em encontrar máscaras devido à pandemia de covid-19, lançou o projeto PORTUGAL COnVIDa TODOS e “desenvolveu um modelo de máscaras de proteção em material hospitalar para profissionais de saúde”.

Posteriormente estabeleceu uma parceria com a Faculdade de Arquitetura de Lisboa para fazer o corte da máscara e contactou a Câmara de Lisboa para também entrar no projeto através do programa BIP/ZIP.

“Há uma série de projetos BIP-ZIP e alguns têm como ‘core’ a área da costura, também na perspetiva dos projetos de empregabilidade, de pessoas com baixos rendimento e também de ocupação. O arquiteto Marco Moreira contactou-nos na perspetiva de sermos parceiros, fazermos uma rede solidária BIP-ZIP em que o arquiteto Marco Moreira concebe, a Faculdade de Arquitetura corta e as nossas costureiras solidárias dos vários projetos confecionam as cogulas”, explicou Paula Marques (Cidadãos por Lisboa, eleita nas listas do PS).

Nesta primeira fase associaram-se à iniciativa o projeto “CosturArt-te” (que junta as Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor e a Fundação Aga Khan) e o projeto “Desde Pequenino se faz o Figurino” (que junta a Associação de Reformados do Bairro do Condado, a Associação de Moradores do Bairro da Quinta do Chalé e a Cooperativa Nacional de Apoio a Deficientes).

“Estamos a preparar uma segunda fase associando mais projetos nossos nesta parceria para continuarmos a fazer este trabalho, com este circuito”, acrescentou a vereadora.

 O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 87 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 280 mil são considerados curados.

Em Portugal, segundo o balanço feito na quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.