Em destaque

Piza sem glúten com base de couve-flor

Uma piza sem remorsos, diz "Ela", a cara metade do "Casal Mistério". Isto para quem não consegue ficar indiferente a uma base crocante e uma boa cobertura de queijo e tomate

Ingredientes

Base

Flores de 1 couve-flor -
Farinha de Amêndoa 80 g
Orégãos 1 colher de sopa
Flor de sal e pimenta-preta moída no momento usar a gosto q.b.
Ovos Batidos 3 unidade

Toppings

Molho de tomate usar a gosto
Carpaccio affumicato 6 a 7 fatias
Cogumelos shiitake uma mão-cheia
Espinafres baby duas mãos-cheias
Queijo da Ilha curado, laminado usar a gosto

Preparação

Corte as flores da couve-flor e triture-as até ficar com uma textura tipo arroz pequenino. Coloque 600 ml da couve-flor ralada numa taça grande, com a farinha de amêndoa, os orégãos, o sal e a pimenta moída. Misture tudo com as mãos. Depois faça um buraco no meio e despeje para lá os ovos. Amasse com as mãos, primeiro para envolver a farinha com os ovos e depois para criar uma bola de massa como se estivesse a fazer pão.

Pré-aqueça o forno a 200 ºC e cubra um tabuleiro com papel vegetal.

Espalhe um pouco de farinha por cima para a massa não agarrar.

Forme um círculo por cima do tabuleiro, como se fosse uma base de piza, deixando as pontas mais altas do que o centro. Cozinhe durante 25 minutos, só para dourar e enrijecer ligeiramente a massa. Retire e coloque os toppings. Primeiro, espalhe o molho de tomate. Depois, cubra com o carpaccio affumicato, deixando descobertas só as pontas. A seguir coloque os cogumelos cortados às tiras e leve novamente ao forno entre 5 e dez minutos. Retire, cubra com os espinafres baby e o queijo da Ilha laminado e sirva.

O que diz “Ela” do Casal Mistério sobre esta receita:

Tenho de te confessar uma coisa: amo-te. De todas as maneiras e feitios. Todas as tuas variedades e mais algumas. Todos os teus sabores. Só a tua massa é que prefiro sempre fininha e estaladiça. És uma invenção do demo, porque além de deliciosa és viciante e engordas horrores. Mas os amores proibidos são sempre os mais apetecidos, não é?

No outro dia estava a partilhar este meu amor por ti com uma grande amiga minha que me revelou, muito triste, que não podia comer pizas porque é celíaca, logo, intolerante a glúten. Como está na moda comer coisas sem glúten (porque engorda, porque faz mal, porque sei lá, vá lá uma pessoa entender estas modas), encontrei, numa receita do blogue Green Kitchen Stories, a solução para os problemas da minha amiga. Dela e de pessoas como eu que devoram pizas cheias de sentimentos de culpa e remorsos: uma piza deliciosa e sem glúten!

Receita adaptada do site Green Kitchen Stories

Esta receita é parte integrante do livro “As Escolhas do Casal Mistério”.

Receita do parceiro

Em destaque

Vídeos

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.