Os enchidos, as carnes de bovino e de porco, as couves, cenouras e batatas da região, dão o mote a um dos pratos que faz, por esta época do ano, a mesa de Ponte da Barca. A localidade minhota junta-se aos fins de semana gastronómicos que percorrem dezenas de concelhos do norte do país, para apresentar a 8 e 9 de fevereiro o cozido à portuguesa.

A iniciativa junta sete restaurantes locais – Adega do Artur, Churrasqueira Barquense, Jaime Gomes, O Emigrante, O Kibom, S. Martinho (Crasto), e Santana.

No Minho, um passeio sob um céu de estrelas a mais de 300 metros de profundidade
No Minho, um passeio sob um céu de estrelas a mais de 300 metros de profundidade
Ver artigo

Uma jornada à mesa que, para a autarquia local, organizadora do evento, deve fazer-se acompanhada do vinhão da região. Isto num concelho inserido no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Em jeito de convite ao apetite fica a receita deste cozido à portuguesa confecionada em terras barquenses.

Nos ingredientes, há que incluir batata, couve-tronchuda, cenouras, galinha, presunto, carne de vaca, carne de porco, entremeada, costela, chouriço, chouriça de sangue, orelheira, sal.

Na preparação, começa-se por cozer todas as carnes cortadas em pedaços médios numa panela com água e sal, até ficarem bem tenras. De seguida, introduzem-se os enchidos. Meia hora depois juntam-se a cenoura, a couve e as batatas e deixa-se ferver durante mais meia hora. Quando os legumes estiverem cozidos, volta-se a juntar os enchidos deixando apurar durante 15 minutos em lume forte.

Dispõem-se os legumes e enchidos numa travessa, com as carnes por cima e enfeita-se com o chouriço.

Como acompanhamento pode servir-se arroz de forno e também feijão-branco, confecionados aproveitando o caldo no qual os legumes e as carnes foram cozidas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.