O Fogão Gaúcho é um projeto de Saulo Cardoso, brasileiro que durante anos assumiu as funções de chefe executivo dos restaurantes do grupo Doca de Santo. Com o português Artur Silva  “resolvemos abrir em 2017 um restaurante de rodízio no Carregado que servisse como laboratório para um conceito diferente daquilo que havia em Lisboa ou até mesmo em Portugal”, revela.

Atualmente, o Fogão Gaúcho conta já com três moradas. Um trio de casas com o mesmo princípio no que toca ao produto: Acompanhamento e confeção de raiz de todos os pratos do buffet e da carta. As carnes provêm da América do Sul, de países europeus como Bélgica e Holanda, e dos Açores (com Indicação Geográfica Protegida).

Fogão Gaúcho, o rodízio brasileiro que quer romper com preconceitos chegou a Alverca
créditos: @Paulo Barata

Picanha, Cupim, Costela, Maminha, alguns dos protagonistas do rodízio do Fogão Gaúcho, que está disponível em três modalidades: O tradicional (12 momentos), que conta com as peças mais premium, o mini rodízio (seis momentos) e o rodízio de picanha e que chega, agora, com o conceito de churrascaria gaúcha a Alverca.

Com 520 m², o Fogão Gaúcho de Alverca é o maior até à data, contando com 180 lugares sentados. A decoração é inspirada nas tradicionais habitações gaúchas (no sul do Brasil) e coloca a madeira de pinho em grande destaque. O espaço amplo também dá palco a algumas “extravagâncias”, como é o caso do grelhador Ofyr (o primeiro em Portugal), que permite grelhar as carnes a lenha.

Fogão Gaúcho, o rodízio brasileiro que quer romper com preconceitos chegou a Alverca
créditos: @Paulo Barata

De acordo com o que acontece nos dois outros restaurantes da marca, o buffet do Fogão Gaúcho de Alverca está disponível todos os dias da semana ao almoço e ao jantar.

Fogão Gaúcho Alverca

Rua António Ferreira do Carmo, Fração F, Alverca do Ribatejo

Horário: Segunda a Sexta, das 12h00 às 15h00 e das 19h30 às 22h00. Sábado e Domingo, das 12h00 às 15h00 e das19h30 às 22h30.

Contacto: 219 591 324

Entre as dezenas de opções, há entradas como pão de queijo, coxinhas de galinha e croquetes de costela, feitos a partir das partes da costela não utilizadas noutras confeções, mas também acompanhamentos, como banana milanesa, mandioca frita e farofa, vários tipos de saladas, pratos quentes, queijos, fruta e sobremesas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.