Esta segunda edição do Festival Gastronomia de Bordo, em Ílhavo, leva à mesa dos restaurantes participantes pratos inspirados nos comeres dos pescadores envolvidos na faina do bacalhau. Um dos exemplos desta cozinha local, para provar até 17 de novembro em 19 estabelecimentos, a Chora, uma sopa feita com a cabeça do bacalhau, caldeirada de espinhas de bacalhau ou línguas fritas.

Também de referir, a feijoada de chispe, feijão assado, o “pão da pana” e o “queque dos domingos”, entre outros pratos que faziam parte do cardápio, comida retemperante para climas hostis e mares inóspitos enfrentados por pescadores.

Esta iniciativa que conta com um programa de visitas guiadas e teatros gastronómicos (conferir aqui), insere-se numa trilogia de festivais com o mesmo nome e que ocorreram também em Peniche (18 a 20 de outubro, centrado na pesca costeira) e na Murtosa (27 de novembro a 1 de dezembro, centrado na pesca lagunar).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.