Imagine que foi convidado para jantar em casa de um amigo. Chega um pouco mais cedo e vê-o na cozinha, de volta de algumas latas de atum e de feijão branco. Admita: ia pensar que se tratava de uma refeição feita à pressa, algo para desenrascar.

Com o livro “É preciso ter lata” (edição ArtePlural), de Lola Milne, vai deixar de pensar assim. A food stylist e fotógrafa apresenta 80 receitas com conservas e enlatados que, entre outros objetivos, procuram deitar por terra a ideia de que alimentos em conserva são ingredientes menores.

“Hoje, é possível comprar uma lata de tomate ou de atum em quase qualquer parte. Os enlatados são um produto universal, económico e acessível. Pedantismos não são para aqui chamados: os enlatados são um recurso subvalorizado e ocupam um lugar de destaque em todas as receitas de ‘É preciso ter lata’”, lemos na apresentação da obra.

Lola Milne escreveu o seu mais recente livro a pensar em quem pretende ter jantares mais arrojados, reinventar o uso dos alimentos de despensa e conhecer alguns ingredientes menos usados que estão à espera de ser descobertos. São receitas à base de grãos e leguminosas, tomates e legumes, peixe, fruta e doces, acompanhamentos criativos.

O livro chega aos escaparates com o preço de 16,60 euros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.