“Comida rápida e deliciosa” (Porto Editora) é guia que nos traz a ajuda e experiência do chefe de cozinha Gordon Ramsay, distinguido com 16 estrelas Michelin pelos seus estabelecimentos sediados em diferentes países. Páginas que apresentam mais de cem receitas que, em comum, têm o facto de se prepararem em meia hora. Comida rápida não tem de ser insípida e sensaborona e, como demonstra Ramsay, não é preciso passar horas a cozinhar para criar refeições capazes de agradar a todos.

Com oito secções de receitas (das sopas e saladas às sobremesas), “Comida rápida e deliciosa” procura transformar uma refeição do dia a dia num prato que poderia ter saído da cozinha de um dos restaurantes da moda.

Livro que não se esgota nas receitas. O autor apresenta-nos os seus conselhos para cozinhar melhor e mais depressa, o kit indispensável de cozinha, atalhos para mais sabor e os ingredientes que devemos de considerar para poupar tempo.

"Nunca faço concessões quando se trata do sabor, mas são muitos os truques que aprendi ao longo dos anos para poupar tempo enquanto cozinhamos. Neste livro, partilho esse conhecimento e a minha experiência para o ajudar a confecionar refeições incríveis num instante. Estas são as receitas a que recorro sempre que o tempo é curto. Usando sabores ousados e truques que poupam tempo sei que posso confecionar comida de qualidade superior em menos de 30 minutos", adianta Gordon Ramsay.

O chefe de cozinha nasceu na Escócia, em 1966, mas passou a juventude em Inglaterra. Após uma grave lesão que o obrigou a abandonar uma carreira de futebolista, resolveu investir num curso de gestão hoteleira. O talento natural para a arte da culinária levou-o a aprender com os mais influentes chefes de cozinha mundiais, como Albert Roux e Marco Pierre White, em Inglaterra, e Guy Savoy e Joël Robuchon, em França.

Em 1993, tornou-se chefe de cozinha do Aubergine, em Londres, restaurante que depressa conquistou duas estrelas Michelin. Mais tarde, em 1998, com 31 anos, abriu um restaurante próprio, dando-lhe o seu nome. A crítica rapidamente o galardoou com as três estrelas Michelin.

Em 2006, foi condecorado com a Order of the British Empire, atribuída pela Rainha Isabel II, pelo serviço prestado à indústria culinária. Atualmente, para além de ter diversos restaurantes espalhados pelo mundo, Gordon é protagonista de vários programas televisivos, entre eles alguns reality shows. É também autor de inúmeros livros, alguns deles editados em Portugal, como “Comida fit”, “Comida caseira”, “Cozinha sem limites”.

O livro chega aos escaparates com o preço de 24,90 euros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.