Em “Vinhos do Douro” (edição Oficina do livro), João Paulo Martins, conta a história das várias casas de vinhos, e deixa notas de prova, recaindo sobre néctares, dos mais acessíveis aos mais caros e mais reputados. Organizados por produtores e por ordem alfabética, mas também por preço médio, o livro com assinatura do jornalista e crítico, regista os vinhos que conseguiram mais de 14 valores, embora inclua todos os tipos de vinhos, exceto os generosos. Desta forma, o leitor encontra listados brancos, rosés, tintos, colheitas tardias e espumantes.

“Com uma área de vinha de cerca de 40 mil hectares, neste momento os dados de 2019 dizem que a região já produz mais vinho Douro do que Vinho do Porto, uma tendência que se poderá acentuar nos próximos anos”, escreve João Paulo Martins, que faz uma viagem ao melhor daquela região e de Portugal. Cada nota de prova foi ponderada ao máximo para ser de fácil interpretação para o leitor, seja ou não enólogo, seja ou não apreciador ou entendedor de vinhos. De todos o autor explica se são para consumir de imediato, ou se podem ser guardados na cave para uma ocasião especial.

“Vinhos do Douro”, o livro que “bebe” mais de mil néctares durienses
João Paulo Martins, jornalista e crítico de vinhos. créditos: Ricardo Palma Veiga

João Paulo Martins é jornalista especializado na área dos vinhos. Assina uma coluna no semanário “Expresso”. É membro do júri do Concurso Mundial de Bruxelas e convidado em diferentes iniciativas no universo dos vinhos em Londres África do Sul, Brasil, Madrid, Düsseldorf e Chile.

Publicou o livro “Tudo sobre vinho do Porto” em quatro línguas (reeditado em 2011 com o título “O prazer do vinho do Porto” em português, inglês e agora em mandarim) e, com o chefe de cozinha Vítor Sobral, assinou “O Portugal de hoje à mesa”.

Publica há mais duas décadas o guia “Vinhos de Portugal”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.