O Reserva branco da Casa de Santar, vinho da Região Demarcada do Dão, conquistou os jurados, que o consideraram perfeito para a harmonização com Tempura, um prato que embora tenha raízes portuguesas, com os tão nossos peixinhos-da-horta, foi popularizado pelo Japão.

Trata-se de pedaços fritos de vegetais ou mariscos, envoltos num polme fino, com a fritura, durante apenas dois ou três minutos, em óleo muito quente.

Adicionalmente, na mesma competição, este vinho conquistou ainda uma Dupla Medalha de Ouro. Um néctar elaborado apenas com castas típicas da região do Dão (Encruzado, Bical e Cerceal Branco).

O mesmo júri decidiu ainda atribuir uma Medalha de Ouro ao Casa de Santar Reserva Tinto 2012.

“A cozinha portuguesa pode ser a mais influente do planeta”, diz reportagem da BBC
“A cozinha portuguesa pode ser a mais influente do planeta”, diz reportagem da BBC
Ver artigo

A Casa de Santar foi fundada em 1790, contando atualmente com mais de 100 hectares, o que a torna a maior vinha contínua do Dão. Lá, podemos encontrar as castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro, Jaen, entre outras castas tintas, bem como Encruzado, Malvasia Fina, Cerceal Branco e Bical, nas castas brancas.

A Adega da Casa de Santar tem uma capacidade de vinificação de cerca de um milhão de litros e uma sala de barricas que comporta mais de 500 unidades, principalmente da tanoaria francesa “Seguin Moreau”. No mercado são vendidas todos os anos mais de 500 mil garrafas de vinhos desta casa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.