Prato de origem italiana, preparado à base de arroz e queijo, há muito que o risoto já conquistou o paladar dos portugueses. Mas será que o quinoto, que segue a mesma base de confeção mas utiliza quinoa em vez de arroz, também terá o mesmo êxito? «O quinoto tem imenso potencial na gastronomia por usar este alimento natural. Mas é fundamental ter conhecimentos sobre este cereal e sobre todos os seus nutrientes para podermos tirar partido das suas vantagens», afirma a peruana Valeria Olivari.

«Tem todas as possibilidades para se tornar parte integrante de uma dieta natural a nível mundial», acredita mesmo a chef do restaurante Nova Peixaria, que inclui na sua ementa um quinoto de mariscos e um quinoto de bacalhau com grelos (na imagem). «Estamos a trabalhar em duas novas variantes mais para o inverno», revela. «A quinoa é um alimento muito versátil que permite inúmeras combinações», realça também Luís Mourão, chef do Epic Sana Algarve Hotel.

«Nós já a utilizamos em vários pratos e, pela primeira vez, teremos também um prato com quinoa na nova carta do nosso restaurante de fine dining, o Al Quimia», anuncia o chef. «Estou sempre atento às novas tendências gastronómicas e encaro qualquer inovação de forma muito positiva, especialmente quando se trata da criação de uma versão mais saudável de um clássico da cozinha, delicioso e fácil de preparar», diz. «Eu recomendo quinoto com abóbora-manteiga e cogumelos, podendo acrescentar também camarão», sugere ainda.

Os (outros) ingredientes que melhor combinam com o quinoto

Em termos práticos, a confeção de um quinoto não difere muito da de um risoto. «Para mim, é apenas uma variação de cereais. Podemos fazer risotos substituindo o arroz arbóreo pela quinoa, com a única intenção de dar mais elementos nutricionais ao nosso organismo e dando um futuro a um produto que tem milhares de anos, apesar de ainda não ser reconhecido pelo mundo», defende Valeria Olivari.

«Para algumas pessoas, a quinoa depois de cozinhada pode apresentar um aspeto visualmente pouco apetecível. No entanto, quando é cruzada com alimentos vibrantes, que dão bastante cor e vida aos pratos, como o azeite, o tomate, as ervas aromáticas e os pimentos, o resultado final será certamente um excelente prato de quinoto, bastante atraente e ao mesmo tempo com todo o equilíbrio a nível nutricional que o caracteriza», defende o sous-chef Alexandre Luísa, do Cascade Wellness & Lifestyle Resort.

«Na cozinha moderna, há espaço para as combinações mais improváveis. Como chefe de cozinha, o nosso grande dilema é apresentar algo novo mantendo sempre a qualidade», refere Elisabete Miranda, do Food & Friends, restaurante do hotel Holiday Inn Porto Gaia. «Na minha opinião, todos os ingredientes combinam com o quinoto, desde que não sejam demasiado fortes, como é o caso dos cogumelos, dos espargos frescos, do aipo e da pera-rocha», sugere.

Veja na página seguinte: As pessoas que devem ingerir quinoa

As pessoas que devem ingerir quinoa

Habituado aos sabores exóticos da gastronomia peruana, Valeria Olivari considera que o segredo para um bom quinoto é a qualidade dos ingredientes selecionados. «É sempre preferível utilizar legumes frescos, brócolos, espinafres, grelos, cogumelos, espargos, feijão-verde, manjericão, frutos secos, peixe e carnes», afirma a chef. «Na minha opinião, diria que devemos primar por manter uma confeção simples para a estrela do prato ser a quinoa», acrescenta Alexandre Luísa.

«Nesse sentido, a minha sugestão pessoal seria um quinoto de legumes biológicos com cenouras-bebé, abobrinhas e cogumelos boletos, que aparecem agora nas primeiras chuvas de outono e que são colhidos na nossa região do Algarve», sugere o sous-chef. Apesar da moda, este cereal, rico em proteínas, ferro e ómegas 3 e 6, continua a ser desconhecido da maioria dos portugueses e não só. «Ainda falta muito caminho pelo frente no que diz respeito ao desenvolvimento da quinoa no mundo», opina a chef peruana.

«A quinoa surge como uma alternativa para todos desportistas ou vegetarianos, para quem sofre de alergias ou intolerância ao glúten, para quem pretende emagrecer, pois prolonga a sensação da saciedade, ou, simplesmente, para quem queira apenas adaptar um estilo de vida mais saudável», refere Luís Mourão. «Devido às sua características e à sua versatilidade, acredito que a quinoa e o quinoto não serão apenas uma moda passageira, mas uma tendência para o futuro», acredita.

A mudança nos hábitos alimentares que se tem vindo a operar

Salada fria de quinoa com os primeiros brotes de espinafres e quinoa quente com ratatouille e vinagrete balsâmico são duas das especialidades que integram a ementa do restaurante do hotel Holiday Inn Porto Gaia. «Já usávamos a quinoa em vários pratos [antes desta moda]. O quinoto já esteve em voga na última década no estrangeiro e parece que está para ficar em Portugal», afirma a chef Elisabete Miranda.

«Tem-se vindo a registar uma mudança nos hábitos alimentares, uma preocupação crescente com a saúde e uma consciencialização dos consumidores, sendo que fatores como valores nutricionais, agentes alergénios, benefícios, sustentabilidade e origens têm um peso cada vez maior na hora da escolha de um produto», comenta também Luís Mourão. «Temos, cada vez mais, assistido a um aumento na procura de produtos que outrora já fizeram parte da nossa alimentação e que acabaram por ficar esquecidos ou até remetidos para alimentação animal», refere Alexandre Luísa.

«Exemplo disso são os chícharos», sublinha o sous-chef. «Por sua vez, o quinoto poderá ocupar um lugar bastante importante na nova gastronomia emergente e satisfazer as necessidades dos consumidores que são cada vez mais exigentes no que diz respeito à escolha de produtos de qualidade», acredita. «Podemos desfrutar deste cereal em saladas, sopas em pratos quentes e até em sobremesas», acrescenta Valeria Olivari, realçando a sua versatilidade.

Veja na página seguinte: As propriedades nutritivas da quinoa

As propriedades nutritivas da quinoa

Vocacionado para um estilo de vida saudável, o Cascade Wellness & Lifestyle Resort tem uma preocupação acrescida com o tipo de refeições que serve. «O hotel prima por oferecer uma vertente de wellness de enormíssima qualidade a todos os seus hóspedes que procuram aliar a saúde e o bem-estar enquanto desfrutam da tranquilidade de Lagos e do Algarve. E, sendo a quinoa um elemento que apresenta imensos benefícios para a saúde, não podíamos deixar de tê-la nos nossos menus», justifica Alexandre Luísa.

No restaurante desta unidade hoteleira pode degustar um quinoto de cogumelos. Além de fibras, este cereal originário dos Andes é também rico em zinco, em cálcio, em vitamina B1 (tiamina), em vitamina B2 (riboflavina), em vitamina B6, em vitamina B9 (ácido fólico), em fibra dietética, em magnésio, em fósforo, em manganês, em selénio, em potássio e com cobre. Isento de glúten, é também um alimento tolerado por celíacos.

Texto: Luis Batista Gonçalves

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.