O trigo sarraceno, muito suave e de cozimento rápido - não é necessário demolhar - é o cereal mais indicado para promover a nossa vitalidade e energia vital. Para quem pratica exercício físico e corre é uma excelente opção. À semelhança do millet e do centeio, ajuda-nos a adaptar ao tempo frio.

Acresce que este alimento fornece-nos aminoácidos essenciais, proteínas, minerais (como o magnésio, cálcio e ferro) e vitaminas. É rico em vitaminas do grupo B – em fósforo e zinco – o que contribui para a formação de neurotransmissores que combatem a depressão e ansiedade. Tão importante agora no Inverno, estação em que existe maior propensão para estados depressivos.

Os efeitos do consumo do trigo sarraceno também são óptimos. Para além de fortalecer e tonificar a ação dos rins, órgãos reprodutores e bexiga, ao nível dos intestinos e estômago, o consumo de trigo sarraceno é interessante porque contém imensas fibras insolúveis. O seu efeito “suave” ajuda a regular a digestão e promove a formação de bactérias saudáveis na flora intestinal, ajudando a regular o pH do nosso organismo.

Como podemos consumir o trigo sarraceno?

Este cereal é bastante versátil, podendo ser consumido como acompanhamento – cozido ou salteado), em sopa, em pão, panquecas ou mesmo bolos. O trigo sarraceno pode também ser consumido em forma de esparguete, a soba.

Uma última curiosidade: o trigo sarraceno é tradicional da Rússia, onde é conhecido como “kasha”! (já perceberam porque é indicado para consumir no inverno, certo?).

Convido-vos a experimentarem esta receita de trigo sarraceno, muito saciante e deliciosa. Uma boa oportunidade para diversificar a sua alimentação e experimentar novos sabores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.