Com a greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas como um cenário plausível, a partir de 12 de agosto, há que acautelar e planear as compras de bens alimentares. Isto para que possamos antecipar eventuais constrangimentos no abastecimento das grandes superfícies comerciais e consequente quebra de oferta de alguns alimentos nos lineares, nomeadamente produtos frescos.

"Não apalparás nem desertarás". Conheça 8 mandamentos de cortesia no momento das compras
"Não apalparás nem desertarás". Conheça 8 mandamentos de cortesia no momento das compras
Ver artigo

Sem alarmismos, com bom senso e moderação, há que reter os seguintes conselhos:

- Ainda em casa, faça um levantamento dos bens alimentares que tem na despensa/frigorífico. Uma lista de compras organizada e dimensionada ao agregado familiar e planeada por refeições é meio caminho andado para compras mais racionais.

- Desloque-se ao supermercado/hipermercado antes da greve, a 12 de agosto e procure concentrar todas as compras numa única deslocação, evitando gastos desnecessários de combustível.

- Evite a aquisição de grandes quantidades de produtos frescos (ex. fruta) ou com um prazo de validade curto (ex. iogurtes). Se assim for, consuma-os antes dos bens alimentares não perecíveis.

- Opte por comprar alimentos com prazos de validade alargados, como, por exemplo, os enlatados. Há uma enorme diversidade de alimentos nesta categoria, das leguminosas, nutricionalmente muito ricas, às conservas de peixe e aos cereais e sementes (ex. arroz, aveia).

- Adquira carne e peixe congelados (ou congele em casa), o que lhe permitirá, posteriormente, dosear as refeições.

- Não desperdice espaço no carrinho de compras com bens desnecessários como água engarrafada. A água da rede publica portuguesa presta-se excelentemente ao consumo humano.

À conversa com “Uma especialista em nutrição no supermercado”
À conversa com “Uma especialista em nutrição no supermercado”
Ver artigo

- Não compre mais do que o necessário, considerando os conselhos anteriores. Uma eventual quebra de fornecimento é temporária, mesmo considerando que a posterior reposição será gradual.

A Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN), disponibiliza um guia de bolso onlineVá às compras e traga consigo mais saúde!” que nos orienta para compras mais saudáveis, racionais e económicas no supermercado.

- Já em casa, mantenha a racionalidade nas compras e confecione maximizando os alimentos que adquiriu ou que já conservava no lar. Siga estas simples regras e verá alargado por vários dias a vida útil dos alimentos confecionados.

Aqui encontra a lista da Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA), que será acionada em caso da declaração da crise energética.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.