Há 17 anos, no dia 11 do mês 11, também 11 sócios abriam um restaurante em Lisboa, apresentando alta cozinha e entregando-a nas mãos de Joachim Koerper. Em 2005, o Eleven ganhou a sua primeira estrela Michelin. De salientar que o estabelecimento, no topo do Parque Eduardo VII, está instalada num edifício projetado pelo arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles.

Quase duas décadas mais tarde, o Eleven mantém a sua estrela Michelin, assim como o mesmo chefe de cozinha, Joachim Koerper. “Estou muito feliz por comemorar esta data profissional em Lisboa e neste restaurante que faz parte da minha vida há 17 anos”, afirma Joachim Koerper, que é também um dos 11 sócios do Eleven.

Em Portugal, Koerper iniciou a sua atividade em Coimbra e pela assessoria do restaurante Quinta das Lágrimas, pioneiro na entrada na rede Relais & Châteaux. Ao contrário do que aconteceu consigo (um dos pratos desta ementa é baseado numa receita secreta que o chefe esteve um ano para conseguir), o chefe, alemão de nascimento e “lisboeta de coração”, fez deste “Menu 50 Anos” (disponível até ao final do ano) uma homenagem à capital europeia que elegeu como casa. Uma curiosidade: nunca coloca na sua carta alimentos que ele próprio não gosta de comer.

Eleven
créditos: Humberto Mouco

Adepto incondicional da cozinha Mediterrânica e dos produtos sazonais, neste menu, composto por cinco pratos e duas sobremesas, o chefe elege pratos marcantes a nível de território, mas que regressam sempre a Portugal e a Lisboa, através de ingredientes ou técnicas.

Ainda antes de começar, o couvert apresenta Manteiga fumada de sardinha, pão de espelta, pão de queijo de S. Jorge, pão alemão e azeite da Malhadinha Nova, no Alentejo. Como amuse-bouches, uma Filhós de salmão marinado, com carabineiro e maionese de alho, e uma Ostra panada com maionese de ostra e caviar, acompanhada por um Tártaro de vieira em crocante de tinta de choco, e Gyosa de Bulhão Pato.

Restaurante Eleven assinala 50 anos de carreira do chefe Joachim Koerper com um menu especial
Lagostim com joelho de porco. Restaurante Eleven

No primeiro prato, viajamos até à Alemanha natal de Joachim Koerper, com um Lagostim com joelho de porco (eisbein), abacate e gengibre. O segundo momento leva-nos até aos cofres fortes da Suíça, onde o chefe viveu e trabalhou entre 1974 e 1988. A “Barra de Ouro”, composta por Foie gras com ameixa de Elvas, vem à mesa dentro de uma caixa, como se fosse um tesouro recheado com o metal precioso.

A viagem prossegue até Espanha, à vila de Moraira, onde Joachim Koerper viveu de 1989 a 2004, e onde ergueu o restaurante Girasol, que ao fim de nove meses tinha recebido a primeira estrela Michelin. Três anos mais tarde, Joachim Koerper conquistou a segunda estrela neste local. De Espanha, chega-nos o Salmonete de Moraira, com ervilhas do Alentejo em várias texturas, bouillabaisse e açafrão espanhol.

Restaurante Eleven assinala 50 anos de carreira do chefe Joachim Koerper com um menu especial
A versão de pastel de nata de Joachim Koerper. Restaurante Eleven

O prato seguinte presta homenagem à primeira fase da carreira de Joachim Koerper em Portugal, quando rumou a Coimbra e à Quinta das Lágrimas a convite de José Miguel Júdice, entre 1999 e 2005. “O meu dia no mercado de Singapura” coloca no mesmo prato um Leitão da Bairrada lacado com fried rice e dim sum, num cruzamento de sabores e referências geográficas.

Para pré-sobremesa, a sugestão recai no Caramelo salgado, gelado de banana e noz moscada, e um vinho de sobremesa alemão, ao estilo de “Colheita tardia” – um trockenbeerenausleben. Para terminar, o chefe homenageia a cidade que considera a sua casa: Lisboa. “A minha versão do pastel de nata com a sua bica” traz à mesa um pastel de nata em aro, com mousse de café, gelado de canela e limão, numa desconstrução destes dois ícones lisboetas.

Eleven

Rua Marquês de Fronteira, Jardim Amália Rodrigues, Lisboa

Contactos: tel. 213 862 211; e-mail:11@restauranteleven.com

Para harmonização com vinhos, a sugestão é feita exclusivamente com vinhos do chefe, com o objetivo de criar um casamento perfeito. Ao todo, são oito vinhos que chegarão à mesa, entre vinhos alemães, vinhos da Malhadinha Nova, no Alentejo, e espumantes.

O menu tem o valor de 109 euros (com 49 euros adicionais com o pairing de vinhos).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.