Afinal, nem só de luxos vive Madonna. A tinta usada para pintar o cabelo da artista de cor de rosa, a referência Candy Floss da Crazy Colour, é temporária e é vendida online por pouco mais de 3 €. A revelação foi feita por Nicola Clarke, colorista da cantora, compositora, atriz e empresária norte-americana de 62 anos, em declarações ao jornal The Telegraph. "Há quem considere que aquela cor não é apropriada para pessoas mais velhas mas favorece todas as idades, dos 16 anos aos 100", garante mesmo a especialista.

Madonna pintou o cabelo de cor de rosa para gravar a sua participação no vídeo do single "Champagne rosé" do rapper, cantor, compositor e produtor discográfico Quavo, que também conta com a participação da rapper, compositora e atriz Cardi B. "A minha intenção e a da Madonna foi tornar o cabelo sofisticado. Ela tinha de ter um ar mais requintado. Não poderia ter o aspeto que exibia na década de 1980 quando travalhava como instrumentista em Nova Iorque", justificou Nicola Clarke à publicação britânica.

Nas mulheres com o cabelo escuro, o uso de uma tinta como a Candy Floss da Crazy Colour exige a descoloração do cabelo. No caso de Madonna, não foi preciso. "Aclarei-lhe e pintei-lhe o cabelo como faço habitualmente e só apliquei o cor de rosa no fim. Como não é uma tinta permanente, o tom terá de ser reavivado depois de várias lavagens. Por isso, vendi-lhe um condicionador cor de rosa para ela aplicar em casa", revela a colorista, que também é responsável pelos cabelos de Cate Blanchett, Kate Winslet e Kate Moss.

Foi há 30 anos que Madonna chocou o mundo com os sutiãs cónicos desenhados por Jean Paul Gaultier
Foi há 30 anos que Madonna chocou o mundo com os sutiãs cónicos desenhados por Jean Paul Gaultier
Ver artigo

"A Madonna cuida religiosamente da pele dela. Por isso, procurámos um tom de cor de rosa que desse nas vistas mas que, simultâneamente, não chocasse com o tom de pele dela", confidencia a britânica. "Nunca foi minha ambição trabalhar com celebridades. Eu era apenas um rapariga de Essex [condado no sul de Inglaterra] que gostava de moda", admitiu em 2016. Em 2000, a atriz americana Gwyneth Paltrow recomendou-a a Madonna, que na altura namorava com o segundo ex-marido e vivia no Reino Unido. "Fui a casa dela e, quando dei por mim, estava a penteá-la para o casamento com o Guy Ritchie", recorda Nicola Clarke.

"Sim, ela é uma diva e as pessoas tremem só de se aproximar dela mas ela respeita-te se fores honesto e direto com ela", garante a inglesa, que logo no primeiro dia fez a artista esperar. "A colorista dela de Nova Iorque não me indicou a referência da tinha que lhe ia aplicar e eu disse-lhe que ela teria de aguardar até eu conseguir a tonalidade certa", refere. "Eu sei pôr-me no meu lugar e não tenho interesse em ser amiga das celebridades mas a Madonna manda-me flores nos meus anos e convida-me para festas", revela ainda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.