As papoilas, como as rosas são conhecidas como flores de Maio.

Umas e outras são frágeis mas, indiscutivelmente, as papoilas ganham em leveza e em pouca durabilidade.

Um dia vemo-las emoldurando estradas ou colorindo campos para, pouco depois, as vermos desaparecerem derrubadas pelo vento.
Para uns as rosas, quando vermelhas, são símbolo do amor, da paixão, da deusa Afrodite...

Para outros as papoilas representam o sono, a passagem ao Oriente Eterno, o efémero das nossas vidas.

A papoila, na sua multiplicidade de funções e propriedades, tem servido de fonte de inspiração a muitos artistas e escritores ao longo dos tempos.
Kenzo homenageou-a quando, em 2000, lançou Flower by Kenzo e decorou as principais capitais do mundo com campos de papoilas que se balanceavam ao ritmo da brisa.

Não podemos esquecer que, ao longo da sua vida, Kenzo procurou conciliar o Oriente e o Ocidente de uma forma harmoniosa.

Em todas as suas criações há um "aceno" às suas raízes orientais e uma homenagem ao mundo ocidental que o acolheu e valorizou a sua Arte e imaginação.
A papoila, talvez represente para ele, o fugaz e intangível que a vida tem; a necessidade de viver o momento sem angústias e sem grandes projeções que conduzem à desilusão e, esta, à tristeza; a necessidade de nos entregarmos ao mistério que a vida representa.

Para esta primavera/verão, Kenzo Parfums lança Flower Tag, inspirado na arte urbana, nas mensagens, mais ou menos subtis, que são deixadas, anonimamente ou não, sobre as paredes das cidades, vilas e aldeias.

Esta fonte de inspiração não me espantou.
Recordo uma festa fabulosa a que tive oportunidade de assistir, em Paris, aquando do lançamento do perfume masculino KenzoPower.

No centro da sala, uma enorme parede onde eramos convidados a deixar uma mensagem.
Nela escrevi: Plaisir, Tranquillité, Paix, Amour, Harmonie, Liberté....J'aime Kenzo et sa philosophie de vie..
Sim "amo" Kenzo.

Tive o prazer de o conhecer, de assistir a algumas das suas apresentações de moda e fragrâncias que viravam sempre um "acontecimento" pelo requinte, pela imaginação, pelo carinho com que a imprensa era brindada.
Nessa festa Kenzo esteve presente, tal como Olivier Polge, o nez de KenzoPower.
Posso dizer-vos que Kenzo mantinha a modéstia dos grandes...quase fugindo das camaras fotográficas, das entrevistas.

O aroma
Flower Tag, inspirado na feminilidade da mulher e na liberdade de expressão urbana que a arte graffiti simboliza, revela-se um frutado-floral -fresco mas envolvente. Nas notas de saída a tangerina, a groselha preta e o ruibarbo.

O coração de Flower Tag - jasmim, peônia, lírio do vale - é uma verdadeiro convite à sedução, de apelo à essência feminina.
Notas aromáticas de musk, chá, baunilha e almiscar envolvem a pirâmide olfativa numa onda de sensualidade, e apelam ao despertar dos sentidos.

O design
Palavras para quê?!
Vermelho como um bouquet de rosas...vermelho como um campo de papoilas que se movimentam ao sabor ventos.

A não perder
Por fim...
http://www.flower-tag.com/
Estão convidados a "grafitar" os vossos sonhos (TAG YOUR DREAMS). A partilhá-los.
Só mesmo KENZO!

Grafittis fabulosos
Dos muros de Nova York às mais prestigiadas galerias de arte do mundo,
o “tagging” ou arte de graffiti floresce em toda a parte.
É uma forma expressão absolutamente livre,
onde cada um é convidado a revelar a sua personalidade,
fantasias ou sonhos nas paredes das cidades.

Maria Fernanda Diniz

Consulte o blog especializado em perfumaria
http://fragrancias.blogs.sapo.pt/

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.