1. Considere a sua personalidade...

O casamento é dos noivos. São eles os protagonistas deste grande evento que irá marcar para sempre as suas vidas. Por isso, a última palavra é sempre vossa. E a música é algo muito pessoal, que pode ir mais além dos temas que dominam os tops internacionais ou da música que anima as festas da aldeia. Cada pessoa tem o seu estilo e até mesmo gostos peculiares, que certamente gostarão de ver representados no dia em que dizem o “Sim” à pessoa que o seu coração escolheu para amar. E, por isso, deverão ter as vossas preferências em consideração.

Dicas para escolher a música do seu casamento
créditos: Lourenço Wedding Photography
  1. … mas também a personalidade dos seus convidados

Contudo, se é importante incluir os vossos “sons” preferidos na playlist de um dia tão especial, nesta nossa ajuda para saber como escolher a música para o seu casamento, há também que pensar nos convidados, que devem desfrutar da sua festa. Confesse: diga lá se não vai adorar, em posteriores conversas, ouvir da boca dos seus amigos e familiares que amaram a música do seu casamento e que se divertiram imenso? O casamento é vosso e deve ter o vosso toque pessoal, mas também tem de ser organizado a pensar nas pessoas que vocês escolheram para partilharem convosco este vosso grande dia. Assim, aposte no equilíbrio. Procure perceber a personalidade e gosto dos seus convidados enquanto um todo e procure, juntamente com o profissional que escolher para animar o casamento, encontrar as melhores soluções para agradar a maioria.

Dicas para escolher a música do seu casamento
créditos: 135 milímetros
  1. A cerimónia: clássicos ou contemporâneos?

A escolha da música para o momento da celebração irá depender do tipo de cerimónia. Caso o casamento seja religioso, opta-se geralmente pelos clássicos, apesar de algumas paróquias – no caso dos casamentos católicos – já demonstrarem alguma flexibilidade para a utilização de temas mais modernos em determinados momentos da cerimónia (como a entrada da noiva, por exemplo). O mais comum, no entanto, são os clássicos interpretados por grupos corais ou quartetos de cordas, que podem ter também no seu repertório versões acústicas de temas mais atuais.

Já no que diz respeito aos casamentos civis, a escolha é mais abrangente. Na verdade, pode recorrer a diferentes estilos musicais, interpretados de diferentes maneiras. Uma banda será sempre a melhor opção, pois não há nada como música ao vivo para imprimir um brilho especial à cerimónia.

Dicas para escolher a música do seu casamento
créditos: Hugo Photography
  1. Momentos intermédios

Após a cerimónia, a música vai perdendo algum destaque, até ao momento em que se “ataca” a pista de dança. No entanto, existem ainda vários momentos intermédios, uns mais impactantes do que outros, onde a banda sonora perfeita pode marcar toda a diferença e criar os ambientes que se tornarão memoráveis para os seus convidados:

  • Durante o cocktail ou aperitivos: o ideal é uma música de fundo agradável, seja com uma banda ao vivo, com uma seleção musical de um DJ ou instrumentistas, como um saxofonista ou violinistas.
  • Durante o banquete: para criar um ambiente mais agradável, pode também colocar uma música de fundo, mas sempre num estilo mais calmo e elegante, num volume que não incomode os convidados.
  • Entrada dos noivos no local do Copo-d’água: aqui é para aumentar o volume! A música escolhida pode ser alegre, emocionante ou até divertida, consoante a personalidade dos noivos e o impacto que querem dar à sua entrada.
  • Momento do corte do bolo: a música tem de ser especial. Algum tema que tenha significado na vossa história de amor ou que tenha tudo a ver com o momento que estão a celebrar.
  • Momento da entrega as lembranças: outra altura que pode ser acompanhada por uma banda sonora, mas não muito estridente. Não esqueça que o momento será propício a algumas conversas e troca de afetos e convém que se consigam ouvir uns aos outros.
  • Momento de atirar o bouquet: o tema Single Ladies, da Beyoncé é já um clássico, mas há muitas outras músicas divertidas para dar alegria ao momento.
Dicas para escolher a música do seu casamento
créditos: Ludgi Fotógrafos
  1. A primeira dança

Esta deve ser uma escolha especial. Há ainda quem opte pela clássica valsa, que remete aos bailes principescos e embala o casal em rodopios marcados pela elegância. No entanto, são cada vez mais os casais que arriscam outros géneros, mesmo mais radicais. Tango, heavy metal, salsa, pop, foxtrot, rap ou hip hop… A verdade é que não é necessário recorrer às músicas protocolares e, por isso, pode dar o seu cunho pessoal ao momento, entregando-se à conexão que só a música é capaz de criar.

É também cada vez mais frequente os noivos fazerem uma coreografia, só os dois ou com a participação dos convidados. Aliás, até mesmo os pais acabam por alinhar nesta divertida opção, que torna o casamento ainda mais incrível.

Dicas para escolher a música do seu casamento
créditos: Joao de Medeiros
  1. A festa

A cereja no topo do bolo. E o regresso ao nosso ponto 1 e 2 deste nosso artigo: a importância do equilíbrio entre os vossos gostos e a música que considerem satisfazer a maioria dos convidados. Num casamento queremos ver todos felizes e não caras tristonhas sentadas nas cadeiras. Isso não quer dizer que se vergue apenas aos hits do momento ou à música pimba, mas é possível encontrar um compromisso entre estes diferentes estilos de música, escolhendo os temas que – dentro do género - vocês mais gostem, sempre com as vossas contribuições pessoais pelo meio. Só assim conseguirá garantir uma pista de dança cheia!

Não se esqueça de que a música tem um extraordinário efeito e pode suavizar ou potenciar todo o tipo de sensações. Prepare um menu musical equilibrado, para que assuma um papel importante não só nas suas memórias futuras, como também

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.