Revolucionaram o campo das próteses dentárias, oferecendo uma solução natural e definitiva para substituir os dentes perdidos sem danificar os que permanecem na boca.

E, ao contrário do que possa pensar, são técnicas muito simples (não dolorosas nem traumatizantes), que aumentam significativamente a qualidade de vida dos pacientes.

O que é um implante dentário?

De acordo com António Patrício, pós-graduado em Implantologia, da Clínica Oral Concept, em Matosinhos, «é uma peça em titânio que substitui uma raiz dentária depois da sua perda». É, portanto, uma raiz artificial.

Os especialistas distinguem as partes que o compõem:

Raiz de titânio
É o implante propriamente dito, a parte que se insere no maxilar e que fica escondida. Tem normalmente a forma de um parafuso que é enroscado no osso dos maxilares.

Pilar
É um componente que é aparafusado ao implante para suportar a coroa.

Coroa de porcelana
É a parte visível do conjunto coroa/implante e é suportada pelo implante. A sua forma é similar aos dentes naturais, tem elevada resistência e mantém mais facilmente a sua cor natural.


Tipos de implantes

A grande maioria dos implantes que se colocam em Portugal são de titânio. É um material com elevada biocompatibilidade, amplamente sustentado por estudos científicos e utilizado clinicamente desde os anos 60, nesta área. Para além deste, o que mais se destaca é o zircónio, uma variedade de cerâmica de alta resistência utilizada desde 2004.

Conforme explica António Patrício, «o titânio é o material mais estudado e o que se utiliza mais. Actualmente, as exigências estéticas são cada vez maiores, o que leva a que se procure cada vez mais outros materiais».

«É o caso do zircónio, que, por ser branco, permite, em situações em que a gengiva é fina e transparente, obter resultados estéticos. No entanto este material continua a ser mais utilizado no pilar e na coroa dentária, em que a estética é factor primordial», acrescenta ainda este especialista.

Preços justificados

Apesar das vantagens funcionais e estéticas dos implantes dentários, é uma técnica que ainda está ao alcance de poucas carteiras. No entanto, nos últimos tempos, têm surgido centros especializados com o objectivo de democratizar o implante, tornando-o acessível a todos os que dele necessitem.


Veja na página seguinte: A razão para os preços elevados

A razão para os preços elevados é explicada por António Patrício. «Existem muitas marcas de implantes no mercado com preços muito distintos», começa por dizer.

«No entanto, os melhores implantes e melhores componentes de prótese, que oferecem a melhor garantia, durabilidade e segurança para o paciente, têm ainda um preço elevado, porque têm por trás avultados investimentos em busca da vanguarda da tecnologia», sublinha.

«Um clínico que goste de pôr ao dispor do seu paciente, o melhor e mais seguro que existe no momento, não consegue fazer implantes a preço de saldo», refere ainda. O preço de um implante dentário pode variar entre os 1.500 € e os 2000 € (incluindo pilar, coroa, moldagem e restantes procedimentos).


10 razões para
escolher o implante

1. Permite substituir todos os dentes perdidos de forma permanente.

2. Os novos dentes são feitos à medida, mantendo e melhorando a harmonia da dentição.

3. Os dentes saudáveis são conservados, mantendo-se intactos, e os implantes não danificam as peças adjacentes.

4. Recuperação total da função e eficácia da mastigação.

5. Estética melhorada que se repercute na expressão facial e fonética.

6. Sensação de voltar a ter os próprios dentes.

7. Evita o incómodo de falta de adaptação e a mobilidade das próteses removíveis.

8. Possibilidade de colocar os implantes na mesma sessão em que se extraem os dentes danificados.

9. Evita a reabsorção óssea que se produz com os anos quando se perde um ou mais dentes.

10. Dura toda a vida, se se mantiver uma higiene dental correcta e adequada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.