Quantas vezes é que o seu filho já não lhe pediu para ir para a sua casa? Muitas, não foi? E deixou? Se sim, fez mal! "Dormir na própria cama é um marco de autonomia e permite um sono mais descansado para todos. Deve tentar que a criança se habitue deste cedo", defende o pediatra Filipe Silva. A idade da passagem para o próprio quarto é mais fácil entre os seis e os 12 meses. Muitos pais, erradamente, consideram que, nessa idade, é demasiado cedo.

"Passar tempo de qualidade com as crianças enquanto estão acordadas, facilita a separação à noite", aconselha o especialista que recomenda regularidade das rotinas e da hora de deitar como forma de dar segurança e promover o sono tranquilo. "Afeto, bom senso, consistência e persistência são uma combinação de sucesso quando se trata de definir regras junto dos mais novos e estas serão mais aceitáveis do que deixá-lo chorar até se calar", explica Filipe Silva.

Saiba ainda que deve levar o seu filho a uma consulta de sono quando o adormecer é difícil ou os despertares são múltiplos. Em relação à passagem de uma cama de grades para uma cama sem esta proteção, não existe propriamente um limite de idade definido mas, para muitos especialistas, essa transição deve ocorrer entre os 18 meses e os três anos e meio. Para facilitar a mudança, deve envolver, se possível, a criança na aquisição da nova cama.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.