Especula-se que o menino terá fingido a própria morte para enganar os atiradores e obter tempo para resgatar a menina. No entanto, não é possível perceber ser o menino é ou não alvejado.

O "herói" levanta-se, enquanto se escuta a exclamação "Allahu akbar", que em português significa "Deus é grande", vinda do grupo de homens que filmou o momento.

As crianças conseguem fugir, de mão dada, depois de uma série de tiros disparados.

Desde que foi publicado no Youtube, na segunda-feira (10.11), pelo grupo ativista Shaam News Network, o vídeo conta já com mais de um milhão de visualizações.

Não é possível definir o local exato onde ocorreu o tiroteio.

A ONU já acusou o regime de Damasco e grupos rebelde sírios de crimes contra a humanidade, onde se inclui o uso de armas de fogo contra crianças.

Desde 2011, já morreram mais de 11 mil crianças vítimas da guerra civil na Síria, segundo a Oxford Research.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.