Nos meses de maior frio, são poucos os que lhe conseguem escapar. Nos picos dos surtos, os serviços de urgência dos hospitais não têm mãos a medir e os mais pequenos, mais frágeis e desprotegidos, obrigam os pais a recorrer aos serviços hospitalares. O período de contágio nas crianças pode ter uma duração superior a uma semana. Veja, de seguida, como deve lidar com este problema de saúde que pode afetar o seu filho.

Enquanto têm gripe, as crianças devem ficar em casa, em repouso, evitando o contacto com outras pessoas, de modo a reduzir o risco de contágio, como aconselham as autoridades de saúde nacionais. Vigie a temperatura da criança regularmente usando um termómetro. A febre é uma reação de defesa contra a infeção. O seu filho está febril se a temperatura axilar for superior a 37,5º C ou a retal superior a 38º C.

Lave frequentemente as mãos da criança com água e sabão ou utilize toalhetes para evitar o contágio. Ensine também o seu filho a espirrar para o cotovelo e não para as mãos. Em termos de nutrição, há que privilegiar os líquidos. Além de água e de chás, deve alimentá-lo com sumos  naturais de frutos ricos em vitamina C. Para além destas, existem outras regras a seguir, como pode ver na galeria de imagens que se segue.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.