Saber reconhecer e falar sobre os pontos fortes de cada criança pode ajudá-la a evoluir, sobretudo quando se debate com dificuldades de aprendizagem. Experimente recorrer a esta lista para o ajudar a identificar as capacidades da criança, tornando-a mais forte:

Pontos fortes do carácter

- Honestidade e confiança

- Bondade e lealdade

- Resiliência e empreendedorismo

- Curiosidade e empatia

- Independência e autonomia

Aptidões Sociais

- Facilidade em fazer e manter amigos

- Saber partilhar, dividir tarefas e assumir compromissos

- Ser um bom conversador e não interromper frequentemente

- Disponibilidade para ajudar

- Sensibilidade para as necessidades dos outros

- Aceitar as diferenças de opiniões

- Saber pedir ajuda quando necessário

- Superar a frustração sem agressividade

- Pensar pela própria cabeça e não fazer apenas o que os outros querem

- Assumir responsabilidades pessoais pelas próprias ações

- Saber pedir desculpa, sempre que for necessário

- Aceitar as orientações dos adultos sem reações agressivas

- Ter sentido de humor

Competências linguísticas

- Ter um vocabulário rico que permita expressar as necessidades, os desejos e as opiniões

- Gostar de aprender novas palavras e ouvir boas histórias

- Utilizar a gramática corretamente

- Gostar de dialogar e participar em discussões em casa e na escola

- Compreender piadas, trocadilhos e até expressões sarcásticas

- Saber mudar o tom de voz ao contar uma história ou, por exemplo, a fazer uma pergunta

- Saber contar histórias de forma clara com início, meio e fim, respondendo a 5 questões: "quem"; "o quê"; "quando"; "onde"; "porquê"; "como".

Alfabetização

- Gostar de ler ou ser lido

- Procurar livros de banda desenhada, revistas e outras obras divertidas

- Procurar o significado de palavras desconhecidas

- Compreender e saber utilizar as informações que lê

- Facilidade de reproduzir os detalhes das histórias que lê

- Revelar capacidade para prever a conclusão da história com base no que lê

- Ler de forma interpretativa, dando mais ênfase a algumas palavras, como, por exemplo, um ator ao interpretar uma peça de teatro

Cálculo mental 

- Conseguir fazer contas mentalmente

- Dispor de um forte sentido numérico, capaz de comparar rapidamente o número de artigos e, em simultâneo, conseguir identificar o maior e o menor.

- Saber utilizar conceitos matemáticos no quotidiano, por exemplo, sabendo dividir ao meio uma despesa no supermercado.

- Resolver puzzles ou problemas de palavras

- Gostar de jogar jogos que envolvam estratégia, como o xadrez

- Interessar-se por desmontar coisas para descobrir como funcionam

- Saber identificar e compreender padrões numéricos na natureza

Competências de Estudo  

- Capacidade de compreender e estabelecer objetivos

- Conseguir estruturar pensamentos de forma adequada

- Saber planear com antecedência

- Capacidade de concentração

- Dispor de um pensamento flexível, conseguindo pensar num assunto sob várias perspetivas

- Ter memória de trabalho de forma a conseguir reter informação o tempo suficiente para a utilizar

- Conseguir seguir as regras e rotinas

- Capacidade de controlar o tempo de estudo e as tarefas a desempenhar de forma autónoma

- Conseguir aprender com os erros e a resolver os problemas

- Saber pedir ajuda perante as dificuldades

- Dispor de mentalidade de crescimento, acreditando que as competências podem melhorar com o esforço

Outras competências  

- Criatividade

- Gostar de desenhar e rabiscar

- Saber dançar, atuar, cantar ou tocar um instrumento musical

- Praticar desporto, por exemplo natação

- Fazer yoga ou meditação

- Ser carinhoso com crianças mais novas e animais

- Capacidade de entreter as pessoas, contando anedotas e histórias

- Participação em serviços comunitários

Em síntese, é muito importante que saiba falar com a criança sobre os seus pontos fortes e os obstáculos a melhorar. Um elogio no momento certo também pode contribuir para reforçar as competências da criança. Experimente um trabalho de grupo. Um jogo a dois, por exemplo, costuma ser uma boa estratégia para conseguir identificar os pontos fortes e fracos da criança.

Tente sempre incutir uma mentalidade de crescimento, consolidando na criança a ideia de que as competências podem melhorar com o esforço.

Nunca se esqueça: identificar os pontos fortes de uma criança é tão importante como concentrar-se nas suas dificuldades.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.