Eu fui 'criado' no Teatro. Aprendi a arte de pisar as tábuas, toda a minha formação inicial foi na escola de Actores em Lisboa e quando estudei no CORAZZA em Madrid, foi Teatro. Sinceramente acho que o Teatro é fundamental e indispensável ao Actor. Sentir a energia do público diferente todos os dias, colocar a voz, aquecer o corpo, improvisar se o texto 'se varre', entre muitas outras mágicas.

Rapidamente conheci os sets de gravações de TV. E adoro...o ritmo frenético, o ter de funcionar sob pressão, a parte técnica, etc,... Penso existirem variadíssimos tipos e géneros de actores, uns mais técnicos, outros mais emotivos...eu sou sem dúvida, um actor emotivo, que tenta aliar a técnica mas onde a emoção prevalece sempre.

No entanto, se me perguntarem qual a personagem e o projeto que mais gostei de fazer, não terei quaisquer dúvidas em responder: 'Miguel Sales' de 'Escrava Mãe'. A novela, como já vos falei, é tão  incrivelmente bem escrita, os cenários, a luz, os figurinos de época, a equipa, o elenco... não tenho qualquer receio em dizê-lo: É o melhor que já vivi até hoje!

Tenho sido muito feliz a compor este 'Miguel' que é tão rico em emoções, carga dramática, conflitos interiores... parece mesmo ter sido escrito para mim. É uma personagem difícil, complexa, exige-me muito, mas cada dia que termino de gravar e me despeço, cansado mas feliz, desta minha 'família brasileira', fico cheio de vontade do dia seguinte.

Hoje recebemos o último capítulo que só gravaremos daqui a um tempo e eu já estou muito curioso para o ler. Adianto-vos que farei este 'Miguel' desde os seus 23 anos (quando começa a história), havendo várias passagens de tempo, até aos seus 50 anos (quando termina), iniciando 'Escrava Isaura' que todos conhecem.

Fica mais uma pontinha do véu levantada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.