Foi há dois meses que Cristina Ferreira surgiu pela primeira vez na antena da TVI depois de ter deixado a SIC. A apresentadora regressou à casa que a 'viu nascer' após dois anos ao serviço da estação de Paço de Arcos.

Cristina regressou no papel de acionista da Media Capital, com a função de diretora de Ficção e Entretenimento e ainda como apresentadora de 'Dia de Cristina'. Porém, as ideias daquela que era considerada 'a rainha das manhãs' parecem não estar a ser suficientes para colocar a TVI a vencer as audiências.

Tal como em setembro, a SIC voltou em outubro a ser o canal preferido dos espetadores. Quem o diz é Daniel Oliveira.

"Obrigado. Dos 305 dias de 2020, a SIC venceu 293. São já 21 meses consecutivos de liderança, de confiança por parte do público nas nossas pessoas, nos nossos conteúdos e nos nossos valores e também de compromisso da nossa parte em honrar esse crédito e responsabilidade, num tempo que a pandemia torna especialmente exigente para todos nós em diferentes quadrantes. Parabéns às nossas equipas pela resiliência, talento e vontade de fazer sempre o melhor possível", anuncia o diretor de entretenimento da SIC.

Importa lembra que, apesar de não estar a atingir a liderança, a TVI tem vindo a afirmar ao longo das semanas que está a conseguir crescer entre os espetadores.

"A TVI está mais perto dos portugueses e consegue, em outubro, encurtar a diferença para o canal líder. De acordo com os dados da CAEM/GfK, a TVI alcança 16,5% de share no all day, o que representa um valor sólido pelo sétimo mês consecutivo", informa a estação de Queluz de Baixo em comunicado enviado à imprensa este domingo, 1 de novembro.

Leia Também: Morreu o pai de Joana Cruz, da RFM. "Deixou-nos cedo demais"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.