Shakira defraudou em mais de 10 milhões de euros o Ministério das Finanças espanhol ao longo de três anos, conforme adiantaram fontes ao jornal El País.

A alegada fuga fiscal deu-se entre os anos 2012 e 2014, tempo em que deveria proceder ao pagamento das quantias tributárias na sequência do seu título de residente em Espanha.

A Procuradoria investiga, neste sentido, uma queixa feita precisamente pelo Ministério das Finanças. Nas próximas semanas, irá ser decidido se, de facto, a artista será julgada pelos supostos três crimes em tribunal.

Apesar de Shakira afirmar que passou grande parte desses anos em digressão, a queixa dá conta de que qualquer cidadão que passe mais de metade do ano em território espanhol, então tem de cumprir as obrigações fiscais que lhe são inerentes.

Importa referir que o valor de 10 milhões de euros ainda é provisório e abaixo da quantia real.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.