Rob Delaney viveu a maior das dores por que uma pessoa pode passar: a morte de um filho. O ator abordou precisamente o delicado assunto nas redes sociais, lamentando a ausência do pequeno Henry, que perdeu a vítima na sequência de um tumor no cérebro.

“O nosso primeiro Natal sem o Henry veio e foi. O dia em si foi normal, talvez por causa dos dias horríveis e dolorosos que o antecederam. Devemos ter chegado ao nosso limite ou algo do género. Falámos bastante dele e recordámo-lo ao longo do dia”, confessou aos seguidores.

Numa outra publicação, Delaney esclareceu que fala publicamente sobre o assunto de forma a “acabar com o estigma da dor”, até porque a tristeza deverá ser tomada como algo normal, fazendo parte do luto.

“Eu só quero que outros pais e irmãos se sintam ouvidos, vistos, respeitados e amados. Talvez ajude alguém não habituado ao luto a ajudar um amigo. Não sei”, sublinhou.

Recorde-se que o menino morreu no início deste ano. Em junho, o ator revelou que ele e a mulher estavam à espera de um outro filho.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.